Entrevistas

Todos Olhos em Mim: A Vida, Pensamentos e Sonhos de Bambam Kunpimook Bhuwaku [Edição 36 Billboard da Tailândia ]

21751480_2060380687511578_6123726236797166039_n

Viajou para a Coreia sozinho quando ele tinha apenas um pouco mais de dez anos, debutou como um K-pop idol quando nem tinha atingido vinte anos de idade, hoje com 20 anos Bambam é um homem jovem da Tailândia que é um dos mais amados e seguidos.

21586588_2060381837511463_878024900006428883_o

Nós conhecemos o Bambam por causa do GOT7, um grupo de K-pop com 7 membros da JYPE com uma mistura de membros Coreanos, um membro Chinês, um americano e apenas um membro Tailandês. Quão popular eles são – eles são o único grupo de K-pop na história que é capaz de ter uma tour na Tailândia com ingressos esgotados nas 4 regiões e província (anteriormente o GOT7 também teve seu primeiro show no Impact Arena por 2 dias consecutivos, com os bilhetes esgotados em poucos minutos). Desde um período do ano passado até este ano, esse é considerado o ano dourado. Apenas olhando para seus patrocinadores, eles são representantes para muitas marcas – variado de comida a cosméticos. É por isso que encontramos o BamBam e o GOT7 muitas vezes em conferências de imprensa e concertos.

Bambam, de uma perspectiva de quem está de “fora do palco” como nós/eu (o escritor), é um bom idol, humilde e amigável, quando encontramos um a um pela primeira vez, ele entrou no estúdio casualmente sem que a equipe limpasse a área ou fizesse qualquer preparação especial. O jovem homem com cabelo vermelho brilhante e longas pernas sorriu e disse “sa-wad-dee-krub” com as mãos juntas para “wai” assim que fizemos contato visual, sem nem mesmo termos apresentado quem era quem (T / N: BamBam estava prestando respeito a todos no estúdio, antes mesmo de ser apresentado quem era quem). Então ele caminhou, descansou o corpo no sofá no vestiário, assentiu para que eu me sentasse ao lado dele e disse “Estou cansado, mas você pode começar noona, por favor, apenas deixe-me tomar água, não preciso de comida – já comi meu favorito som-tum-poo-plara” (Salada de papaia temperada com peixe fermentado).

21543967_2060383170844663_5718171420275642532_o

O caminho do Bambam no K-pop começou quando ele conheceu Rain, seu ídolo, no concurso de dança cover ganhou como dança cover do Rain na Tailândia em 2007. Ele também ganhou segundo lugar como um membro do WE ZAA COOL (Lalice-Lalisa Manoban do BlackPink também estava no time) do concurso LG Entertainer na Tailândia em 2010. Seu talento atraiu os olhos de JYPE e BamBam mudou-se para a Coreia (para viver) como trainee até que ele finalmente estreou com o GOT7 em janeiro de 2014.

Deixar seu país de origem e se mudar para uma terra estrangeira sozinho quando ele era extremamente jovem não é uma decisão fácil, mas uma vez que decidiu, ele nunca teve a impressão de falhar.

“Eu não fui com o pensamento de que eu poderia ser enviado de volta à Tailândia. O único objetivo que tive era que eu tinha que fazer isso quando eu fosse. Não se trata de estar confiante, mas é mais como uma maneira de pensar. Se eu penso nisso como “apenas tentando”, “vou resolver as coisas se não conseguir”, então acredito que não teria conseguido. Então, quando eu fui, meu único pensamento é que eu tinha que fazer isso, não importa o que, eu tinha que ter sucesso”.

Dar tudo de si é uma espada dupla, a vida poderia continuar caindo se for um fracasso, mas aumentaria a confiança se fosse um sucesso. “Quando você realmente faz isso, sua confiança aumenta para o próximo passo do trabalho. Eu penso assim em tudo. Quando estou trabalhando em música, se houver um flash de pensamento ’isso funcionará? Isso será bom? ’ Eu vou parar de fazer essa música e faço uma nova música que me der o sentimento de ’Sim é isso, tem que ser desse jeito, tem que funcionar’ e realmente funcionou, me fez mais confiante sobre meus próprios pensamentos.

21743229_2060383530844627_6535133413516110073_n

“Esta é uma pergunta difícil.” Ele sorriu quando perguntamos se ele acha que ele já é bem sucedido. Antes de responder essa pergunta, Bambam falou com os olhos iluminados, que esse ano é um ano que ele está realmente feliz.

“Tudo está resolvido, o pior passou, no segundo dia do concerto das 4 turnês da região em Bangkok, quando eu saí do palco, eu não tinha arrependimentos. Não havia um pensamento se eu havia feito algum erro na coreografia, eu apenas pensei “Bam, você já fez o seu melhor, não pode melhorar hoje”. Eu estava orgulho de mim, orgulhoso do concerto, incluindo todos que estavam envolvidos esse dia.”

Outro destaque para ele neste ano é o concerto final no Japão, que encerrou a turnê de 1 mês do GOT7. O que foi especial foi que BamBam tinha mostrado outro lado de suas habilidades – filmagem e edição de vídeos. Foi mostrado no grande show e recebeu muito bons feedbacks dos fãs. É o seu orgulho pessoal, além do impressionante concerto.

“Eu direi sucesso em certo nível”. O jovem finalmente respondeu a pergunta com um sorriso. “Mas eu sou o tipo que gosta de definir o objetivo. Quando eu alcançar um, continuarei definindo o próximo objetivo, nunca terminará. Eu tive o objetivo de ter um show no Impact Arena e isso já aconteceu. O próximo objetivo é realizar no Rajamangala National Stadium (maior estádio na Tailândia). Pode ser muito grande, mas é melhor do que não ter um objetivo em absoluto”.

21462976_2060383724177941_6844884129102878780_n

Muitos podem se surpreender que um jovem de 21 anos que parece estar vivendo uma vida boa tenha uma determinação que pareça estrita em si mesmo. Mas se você conheceu o BamBam antes, você não ficaria surpreso; como o terceiro filho em uma família de classe média criado por uma mãe solteira, uma das razões pelas quais ele decidiu ser um artista K-pop é porque ele quer ajudar a diminuir o peso de sua família. Ele planeja e estabelece metas em várias coisas, como ele costuma fazer, começando com o objetivo de comprar uma casa dentro de 1 ano após o debute e usando seu próprio dinheiro para comprar um carro para sua irmã – o que ele realmente conseguiu.

Mas ao falar sobre viver a vida, seus pensamentos e socialização em geral, Bam é realmente descontraído e está bem com o que quer que seja. Ele confirmou que ele sempre foi assim e ainda é até o dia de hoje; podemos sentir isso depois de sentar e conversar com ele até agora. O status de “K-pop idol” que estava lá começou a desaparecer. Se eu não pensar na fama do GOT7, eu diria que é como falar com um irmão mais novo. Quanto mais falamos, mais divertido fica, mais tagarela e relaxado ele fica; Mas mesmo assim, ele disse que há seriedade no relaxamento. Coisas que ele experimentou e aprendeu, como BamBam do GOT7 o mudaram um pouco.

“Eu acho que há mais aspectos sobre mim que mudaram do que aqueles que não mudaram. Depois de debutar, meus pensamentos, personalidade, sentimentos, tudo mudou muito. Eu não mentiria e diria que não mudei”, ele admite. “Eu mudei para o ponto em que alguns disseram que Bam mudou. Mas trabalhando neste campo todos os dias, é inevitável que você mude, é apenas uma questão de como. Eu não fui à escola, mas aprendi muito fora dos livros. Aprendi que este é o mundo real. Muitos disseram que aqueles que aprendem com apenas os livros não conheceriam o mundo exterior. Quando enfrentamos o mundo real, não podemos aplicar 100% o que aprendemos com os livros. Eu não estou dizendo para não estudar, mas para eu aprender fora dos livros é bom, isso me fez diferente dos mais de 21 anos de idade”.

21741132_2060384080844572_5709636604864284690_o

Na sua vida pessoal, as experiências o fizeram aprender a se proteger, escolhendo de quem ser amigo.

“Conheço muitas pessoas, no começo eu saio com todos, exceto quando aprendo mais e percebo de quem ser amigo, vou dar uma volta. É por isso que alguns dizem que eu mudei – eu realmente mudei, é melhor do que deixá-los enganar-me.” Embora ele tenha terminado a frase com uma risada, mas a amargura em sua voz e o rosto abatido quando falava não nos impediu de pensar que as coisas não são todas bonitas para as celebridades.

Trabalha-sabiamente também, BamBam seria sério no mais alto nível.

“No passado, de 100%, se o trabalho funcionasse 70%, então eu seria como…” Sim, é um pouco, tudo bem”, mas agora, mesmo que seja apenas um pouco, se houver falhas no  trabalho, eu me sinto chateado. “Por que é assim? Por que não aconteceu assim? “Não há como deixar as coisas passarem mais”.

Ele simplesmente conclui que ele é mais “sensível” em muitas coisas, mesmo com alimentos.

Se a comida devesse chegar ao meio dia, mas chegou de uma hora e o trabalho começa às uma e meia, então teremos que comer com pressa e ir dançar logo depois. Então nós temos dores de barriga. Ficarei chateado com o motivo de uma hora de atraso e eu já teria perguntado sobre isso. Se eu não perguntei e a comida chegou tarde, eu tomarei a culpa desde que eu não perguntei não me importava; Mas eu me importo porque temos que começar a trabalhar às uma e meia. É importante que tenhamos tempo de comer, hora de digerir antes de dançar, então, por que se atrasou? Na verdade, é um assunto pequeno, mas estou apenas dando um exemplo, eu fico sério e sou um perfeccionista com tudo – algo dessa linha”.

Na verdade, queríamos dizer ao Bam que seu exemplo não é sobre comida, mas sobre pontualidade. É adorável – sua confusão ocasional com seu tailandês, sua honestidade e seu esforço em nos dar um exemplo.

21551826_2060384314177882_5454731111631810217_o

Ser diferente, ter autoconfiança e ser descontraído são três coisas que Bam usa como base na vida. Ele riu e disse que a última coisa pode parecer às outras, mas como ele mencionou, mesmo que ele seja rígido consigo mesmo, por outro lado, ele também está confortável e descontraído.

“Eu pensei em ser diferente, já que eles me lançaram para ser um aprendiz de JYP. Não fui pela primeira vez, mas eles me ofereceram novamente pela segunda vez; Isso me fez acreditar que eu provavelmente tenho algo diferente dos outros, então eles me queriam. Há muitos que são bons em dançar e cantar, mas o que o torna encantador e pop-out está sendo diferente. Eles provavelmente viram isso em mim.”

JYP não estava errado, Bam confirmou com um olhar teimoso que ele não gosta de fazer coisas dentro da caixa. Começando a fazer músicas, dado o desejo da empresa, ele gostaria de fazer isso fora da caixa, mesmo que fosse um pouco para ser fresco e único com cores mais parecidas com ele. Todo o caminho para a moda, se você se lembrar, ele usando “saltos de 8 cm” e performando no palco causou um zumbido antes.

“As pessoas podem pensar que temos que seguir a ordem da empresa para um T, mas na verdade podemos lutar”, ele ri. “Mas lute com razão. Como os saltos de 8 cm, eles me perguntaram se eu posso dançar com saltos tão alto, eu disse que vou tentar. Eu sei que posso fazê-lo e gosto de coisas diferentes. Ok, talvez eu não seja ótimo na dança ou no Top 10 K-pop idol, mas eu tenho algo único e fresco para as pessoas verem – quem usaria sapatos de 8cm para se apresentar! “

21743513_2060385137511133_9073707093214582753_o

Ser tailandês entre coreanos e chineses na indústria de K-pop é outro ponto diferente e único. Embora existam membros tailandeses em muitos grupos ídolos, ainda é considerada uma pequena proporção. Todos se conhecem, mas o quanto eles conseguem se encontrar depende do tempo e das oportunidades que os permitem.

“Eu já sou próximo de Liz noona, falamos sobre tudo. Khun hyung (Nichkhun Horvejkul do 2PM) – estamos na mesma empresa, mas tive medo dele no início; Ele já era tão famoso e eu era muito jovem naquela época, então havia nervosismo. Só nos aproximamos do ano passado. Khun Hyung dirigiu para me buscar e me levar para uma refeição. No começo, estava um pouco nervoso, dois homens, 21 e 28 anos reunidos e conversando. Começou com temas sérios sobre a vida e depois coisas divertidas mais tarde. Mas no dia seguinte, Khun Hyung me chamou novamente “Bam, vamos sair para comer novamente” Eu era como… “Novamente? Ok, vamos” Parece que os amigos de sua idade só falam sobre a vida e coisas não muito divertidas, então ele ficou viciado quando ele saiu para comer comigo.” Bam ri enquanto ele conta a história. “Nós nos encontramos quase todos os dias esse mês. Dormi no lugar de Khun Hyung por 8 a 9 dias. Ele disse que comer fora comigo parece voltar a seu tempo nos EUA – conversar e se divertir, não há estresse, foi como ser uma criança novamente – então ele quer comer comigo com frequência”.

Além de ser diferente na indústria de K-pop, ser tailandês faz com que BamBam se sinta confortado quando pensa em pessoas tailandesas.

“Eu sinto que tailandeses são outro grupo de pessoas que realmente continuam a nos apoiar. Onde quer que estejamos mesmo se atuarmos em um país e pode ter apenas 300 pessoas na audiência – em que às vezes eu/nós não podemos deixar de pensar que há apenas essas muitas pessoas? – mas, quando penso, outro pensamento que apareceria imediatamente é que ainda há muitos fãs nos esperando na Tailândia. Ou quando houve notícias negativas sobre mim e se houve 100 comentários de fãs de muitos países, incluindo a Tailândia, me derrubando – mesmo que seja assim, no meu coração, vou me dizer que, mesmo que existam 100 pessoas me atacam, ainda há fãs tailandeses que ainda me amam e me apoiam e talvez outros cem mil que não sejam fãs, mas conhecem-me como um menino tailandês que trabalha no país estrangeiro e torce por mim. Existe a sensação de ser consolado”.

21586572_2060385444177769_7874516935786996038_o

A sensação de ter o povo tailandês apoiando-o e animando-o faz com que ele deseje pagá-los, fazendo com que todos se orgulhem, e assim, esperando que todos não riam (Bam disse) se o objetivo mais alto do BamBam na vida seja ser chamado de “tesouro da nação”.

“Alguém me chamou de” tesouro da nação” antes. Eu acho que é um elogio que é ainda melhor do que bonito ou fofo. Eu me senti muito bem quando ouvi isso. Quero que o povo tailandês se orgulhem de mim. Bam repetiu com uma voz firme. “Estou orgulhoso de ser tailandês. Eu sempre digo isso onde quer que eu vá. Às vezes eu entendo em uma mordaça “Olá, sou BamBam, o membro tailandês”, porque eu quero que as pessoas se lembrem de que sou tailandês. Eu falo tanto em coreano que alguns podem ter esquecido que eu sou tailandês. Quando eu venho para a Tailândia, eu falo tailandês. As pessoas podem não estar acostumadas a falar um monte de tailandês porque me ouviram falar apenas coreano. Mas na verdade, se eu sou/somos ídolos K-pop ou o que quer que seja, eu ainda sou tailandês. (T / N: como ele disse é como onde quer que você esteja / o que quer que você seja você é tailandês – ele não se esquece de onde ele é e diz aos outros para que não esqueçam também) Agora, há algumas pessoas tailandesas que me chamam de “tesouro da nação”…

Se eu puder fazer com que todo o país me chamasse assim, como seria bom. “

 

 

Fonte: Ahgawings
Tradução:
Dayoung
Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s