Noticias

Coluna Ni Zhong Hua: Transformando Fraqueza em Singularidade.

DgnCLA2U8AAnv2m.jpg

Taiwan Apple Daily

24 de junho de 2018

Ni Hua Zhong / Presidente do Instituto de Música e Tecnologia

Semana passada, o grupo idol coreano GOT7 fez seu primeiro show em Taipei, Taiwan, e eu fui convidado a comparecer. O que foi especial dessa vez foi que eu não fui convidado pela empresa ou pelo organizador, mas sim pelo pai de um dos membros do GOT7. Tuan Guang Fu foi meu colega de escola, e agora é mundialmente conhecido como o pai do Mark do GOT7. Seus seguidores no twitter ultrapassam  850.000, e pode ser considerado o pai de celebridade mais popular da Coreia. No dia do show, eu assisti a performance com o pai celebridade, e testemunhei a cena de como a cultura pop coreana se espalhou pelos jovens em Taiwan. O local, que não era enorme, estava lotado com jovens garotos e garotas seguidores de idols, seus gritos ecoavam sem parar, e a performance no palco foi esplêndida.

Depois do show, eu conversei um pouco com Mark e com meu velho amigo durante a reunião familiar, e falamos sobre o processo de Mark indo para a Coreia se tornar trainee, debutando oficialmente e agora se tornando um artista famoso. O passado de Mark é bem especial, ele nasceu no Brasil, cresceu nos EUA. Ele foi recrutado na escola quando tinha 16 anos e foi convidado para um audição. No começo pensou que seria um pequeno interlúdio em sua vida, Mark que nunca tinha pensado em se tornar artista, que não sabia cantar e dançar, recebeu uma notificação de uma empresa de entretenimento coreana 3 meses depois, comunicando que eles queriam assinar com ele e que fosse para a Coreia ser um trainee.

Era o ano de 2011 na época, meu velho amigo pediu minha opinião e eu honestamente transmiti meu ceticismo. Afinal de contas, ele estaria indo embora de casa para um lugar longe, e eu não tinha certeza se o sistema de treinamento coreano, conhecido por ser severo, era uma boa coisa para uma criança tão jovem. Mas Mark foi mesmo assim, e seu pai esteve ao seu lado o tempo todo, porque ele mantém a crença de apoiar o desenvolvimento e os interesses do seu filho.

No jantar, Mark compartilhou comigo como era treinar na Coreia: No começo dos 3 anos como trainee, todos os dias das 10:00 às 22:00, a empresa planejava aulas como Língua Coreana, dança, canto e rap. O formato dessas aulas geralmente era treinamento direto em pequenos grupos, e a cada semestre tinham avaliações. Eu perguntei a ele se alguma vez considerou desistir no processo, e ele que geralmente é tímido e de poucas palavras, concordou imediatamente. Ele disse francamente que o maior estresse do processo era psicológico, porque a maioria dos trainees tinham base no canto ou dança, e em comparação ele muitas vezes sentiu que não era bom o suficiente.

No 4° ano, a empresa o juntou com alguns outros que eram mais compatíveis em termos de estilo e características, e os debutou como um grupo idol coreano nomeado GOT7. Eu perguntei ao Mark muitas coisas que eu estava curioso sobre, incluindo como os artistas eram gerenciados depois do debut, como eles determinavam o estilo de cada grupo, a posição de cada pessoa no grupo…

Para a minha surpresa, a empresa em que Mark está dá aos artista uma autonomia até grande, quebrando a imagem estereotipada que eu tinha das empresas de entretenimento coreanas, de que elas eram muito severas em questão de gerenciamento.

Mark disse que depois de debutar, não tem necessidade de ir para treinamentos e aulas todos os dias. Ao invés de ir para esses compromissos, se tem mais tempo para trabalhar em composições e escrever músicas, e os membros podem escolher livremente entre compor sozinho ou em grupo. Quando o GOT7 debutou, o estilo escolhido para eles pela empresa foi mais para o lado do hip hop, mas depois de um período de desenvolvimento e conversas entre os membros, foi decidido que o estilo R&B era mais adequado ao grupo, e a empresa logo respeitou a decisão.

Como as empresas coreanas criam seus trainees é também um tipo de educação experimental, só que o propósito e o conteúdo é diferente do que as pessoas tradicionalmente pensam sobre educação. Mas o objetivo principal é ajudar todos a encontrar seu próprio caminho através de orientação. Como alguém da mesma idade que seu pai, eu dei a Mark, que é tímido e de poucas palavras, algumas sugestões quando se trata de desenvolvimento de carreira: dê o seu melhor quando se trata de algo que você é bom. Então transforme sua fraqueza em suas próprias características únicas. Individualidade é a chave para não ser substituível, independente de qual área você está, é assim.

Nota: Raymond Tuan (pai de Mark) esclareceu em seu Twitter sobre o local de nascimento de Mark, já que houve um equívoco na reportagem:

“Já que muitas pessoas estão perguntando,quero esclarecer o relato errado de um repórter recentemente. Mark é Americano nascido Chinês”

 

 

 

Fonte: Apple Hong
Tradução: May

Revisão: Júlia M.
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s