Outros

Grupo Got7 está fazendo seu próprio caminho, em meio o crescente interesse dos Estados Unidos no K-Pop.

https _blogs-images.forbes.com_tamarherman_files_2018_07_NY1-1-1200x800.jpg

Já se passaram quatro anos desde que o grupo de garotos de K-pop, GOT7, lançou seu primeiro single Girls, Girls, Girls. Desde então, eles lançaram uma variedade de álbuns e mais de uma dúzia de singles em coreano e japonês, e recentemente na turnê mundial, na qual encheram as arenas dos Estados Unidos em ambas as costas no início deste mês. Conhecidos por suas tendências de hip-hop brilhantes e corajosas, além de coreografias repleta de truques, eles criaram um grupo dedicado de fãs, conhecidos como IGOT7 (Ahgase), que ajudaram eles a tornarem-se um dos mais proeminentes grupos de kpop internacionalmente.

Durante sua recente viagem a Nova York para realizar um show com ingressos esgotados no Barclays Center, no Brooklyn, o grupo refletiu sobre o quão longe eles chegaram, desde sua última turnê pelos Estados Unidos, em 2016. “Agora o local ficou maior”, disse o rapper Jackson, referindo-se a como o grupo tocou anteriormente no Playstation Theatre da Times Square, que tem uma capacidade que acomoda cerca de 17.000 pessoas a menos que o Barclays. “E o Kpop, a cultura do Kpop, está começando a chamar muita atenção na América. Tudo está muito bem para nós nesses dois anos e somos abençoados ”.

Os membros do GOT7, vindos de vários países, maioria dos quais conhecidos por seus nomes, são da Coreia do Sul (JB- In Jaebeom, Park Jinyoung, Choi Youngjae, Kim Yugyeom) de Hong Kong (Jackson Wang), da Tailândia (BamBam, legalmente conhecido como Kunpimook Bhuwakul) e dos Estados Unidos (Mark Tuan), mas foram reunidos pelo selo de música coreana do “Big3”, JYP Entertainment, depois de passar por uma variedade de treinamentos. Ao contrário dos estereótipos sobre o sistema do Kpop e sua falta de criatividade artística, os sete homens desempenham papéis importantes na elaboração de suas músicas e performances, seu mais recente single coreano Look foi escrito por JB, enquanto BamBam, Yugyeom, Youngjae e Jinyoung têm créditos em seu ultimo album, Eyes on You.

Simplificar demais a indústria do kpop como uma forma de música fabricada é repugnante para os membros do GOT7, que sugerem que isso diminui os esforços de ambas as estrelas que tocam a música e aqueles que estão por trás das cenas, sejam eles compositores ou funcionários da agência. “Mesmo que [os cantores] estejam sendo instruídos a ser de uma certa maneira, eles estão se esforçando ao máximo e colocando seus melhores esforços”, disse JB, que atende pelo nome de Defsoul quando produz músicas. “As pessoas deveriam olhar para [o Kpop] de uma forma positiva, porque mesmo que um artista não faça suas próprias músicas, elas estão se tornando a embarcação para a música que outra pessoa criou, e há muito esforço e tempo que entra nisso, que em si é arte ”.

Jinyoung pensa da mesma forma, especialmente porque muitos artistas do K-pop estão assumindo um papel mais ativo em sua identidade criativa. “Eu entendo que as pessoas o vêem como fabricado ou como cortador de biscoitos, mas é como um gênero em si”, disse ele. “O setor ficou muito grande e estou curioso para saber se as pessoas ainda vão dizer isso agora, porque há muitos grupos agora que estão produzindo suas próprias músicas.”

Got7 afirma que, com apenas quatro anos de carreira, eles têm muito espaço para crescer como compositores, enquanto estão aprendendo no trabalho. “Eu ainda estou explorando sons diferentes para ver como me expressar melhor”, disse Youngjae, que escreve música e assina como ARS e se uniu a Sanjoy, Stephen Rezza e Elliott Yamin em Victim of Love no ano passado. Como parte deste aprendizado JB explicou que recentemente ele foi levado a ouvir a música que ele escreveu no passado para ver até onde ele cresceu, como inspiração para continuar escrevendo mesmo quando ele sente que está faltando. Yugyeom, o membro mais jovem do grupo aos 20 anos de idade, admite “apenas me divertindo” enquanto explora sua musicalidade, o que resultou em atualizações regulares em sua página do Soundcloud.

O grupo admite querer refazer músicas como Stop Stop It de 2014, embora mais tarde eles digam que isso pode ser mais devido às escolhas de estilo infelizes apresentadas em seu videoclipe do que qualquer problema que eles tenham com a música em si, macacões folgados estavam envolvidos. Outros singles do passado, como Just Right de 2015, também apresentam sons aos quais gostariam de voltar. “Mais daquelas músicas animadas, mas talvez as performances não tenham que ser tão fofas”, sugeriu Mark, que foi dito por BamBam e Jinyoung. “Isso é Look, não?” Perguntou o primeiro. “Isso é Look!”Declarou o último.

Como o líder e mais proeminente membro de composição do grupo, há uma divisão entre a música que JB tem que produzir versus o que ele gostaria de lançar. “Para o Got7, eu tenho que fazer músicas energéticas e animadas que são feitas para as apresentações”, disse ele. As coisas que eu gosto são mais legais, e elas também podem parecer um pouco sombrias, mas esse é o tipo de música que eu gosto e me esforço para fazer. Ainda há uma diferença entre o que quero fazer e o que tenho que fazer, mas me sinto mais à vontade para explorar essas diferenças. Hoje em dia, eu acho que a música que eu quero fazer e a música que eu tenho que fazer me trazem alegria.” Em verse 2, EP lançado no ano passado pela subunit JJ Project com Jinyoung, destacou mais canções introspectivas, mais suaves do que é típico da discografia do GOT7″

Os homens do Got7 consideram-se sete partes de um todo e veem essas atividades individuais como extensões da entidade unida, juntamente com coisas como a atuação de Jinyoung, BamBam e Mark trabalhando como representantes nas linhas de roupas, e a carreira de Jackson na China como personalidade de televisão e artista de hiphop. “É apenas um zoom em mim mesmo, na minha música”, de acordo com Jackson, que viu quatro singles no top da China V Chart da Billboard, incluindo Dawn of Us de abril. No futuro, espera-se que cada um continue a explorar suas carreiras individuais, todos os membros expressam interesse em atuar, mas, por sugestão de Jackson, recusam a ideia de uma continuação de sua série na web de 2015, Dream Knight. (“Não não não”, declarou BamBam.) Outros papéis potenciais, como Youngjae, que buscava musicoterapia e BamBam aprendendo como bartender, também foram jogados ao redor.

Tendo vários membros que falam inglês – BamBam, Jackson, Jinyoung e Mark, não precisam contar com um tradutor durante a entrevista – permitiu que a equipe interagisse confortavelmente com os fãs do Stateside, e ambos BamBam e Jackson se tornaram representantes do -pop na Tailândia e China, respectivamente. Embora todos os grupos de Kpop da JYP desde 2008 (2PM, MissA, GOT7, TWICE, DAY6 e Stray Kids) tenham apresentado pelo menos dois membros multilíngues, se não estrangeiros, o GOT7 não o vê como uma necessidade para o crescimento da indústria. “Não me sinto como se os grupos de Kpop precisassem de membros de diferentes países”, disse Mark, que também fala mandarim, antes de acrescentar que “É uma vantagem” poder se comunicar melhor com o público internacional.

O objetivo do GOT7 é aumentar ainda mais a ascensão do Kpop internacionalmente, especialmente nos EUA, onde a ascensão da indústria da música coreana tem visto grupos como BTS e Blackpink fazerem história este ano nas paradas musicais americanas. “Está apenas começando nos Estados Unidos para a cultura kpop”, reiterou BamBam, que também disse que “sonharia alto” e espera que eles possam eventualmente lotar estádios com seus fãs. “Mais tarde, espero que outro artista de kpop, quando eles vierem para a América, possam obter alguma energia de nós também.”

 

 

 

Fonte: Forbes
Tradução: Puppy~

Revisão: E. Caroline
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s