Outros

GOT7 Explora sua Identidade em uma perspectiva global com Present: YOU

https _specials-images.forbesimg.com_dam_imageserve_8377813741d048579b62ff2cb04fc118_960x0.jpg fit=scale

Present: YOU é o filho amado dos interesses competitivos. O terceiro álbum completo do GOT7, lançado em 17 de setembro, muda drasticamente a margem entre a perspectiva global e a individualidade. Reproduções da faixa-título, Lullaby, incluem o álbum em quatro idiomas: coreano, inglês, mandarim e espanhol. Enquanto isso, a segunda metade das faixas incorporam a auto-identidade com uma sucessão das faixas solo dos sete membros. O álbum quer ser muitas coisas ao mesmo tempo, mas pelo menos tem músicas boas.

A faixa-título segue o estilo do single anterior Look, que alcançou o terceiro lugar no ranking de vendas da World Digital Song da Billboard. O som mescla um ritmo discoteca, enquanto o baixo da batida animada pulsa no fundo. É o tipo de Lullaby (canção de ninar) com o BPM (batimento por minuto) para mantê-lo acordado durante a noite.

As vinhetas do MV revestidas em cor pastel  tiram uma página de histórias populares como Matilda e Interstellar. Jinyoung, o membro fascinado por leitura no grupo, está mais inserido nas imagens literárias ao ver o Flying Ford Anglia, da família Weasley, de Harry Potter. É um passo além das referências da cultura pop do grupo Twice, colegas de empresa , em um universo alternativo de auto-inserção.

Enquanto Lullaby é a peça central, Present: YOU também contém alguns momentos sólidos no lado b. Sunrise, solo do líder JB, é o tipo de R&B lento que conta a história de um romance melancólico. O ex-b-boy adota um som ocidentalizado na veia de influências como Bryson Tiller – mas nunca parece ser semelhante.

A seção solo do álbum termina com uma nota obscura de Fine, de Yugyeom. O sombrio encontra o swag, assim como seus alto falantes contra uma amostra distorcida de piano. É difícil dizer se o som perturbador da música funciona como desarmonia do som ou aprimoramento  do tom para as letras desejadas, mas essa ambiguidade é a principal força da música.

As músicas solos auto-compostas têm  pontos marcantes. Elas não estão conversando umas com as outras porque elas pretendem destacar as cores individuais dos sete membros. Coesão não é o ponto. O álbum é uma execução de diferentes modos e gêneros – o que leva a momentos chocantes como a transição da batida trap (estilo hip hop) de Made It, de Jackson,  para o estilo suave de My Youth, de Jinyoung.

Assim como a JYP Entertainment disse, “O novo álbum traz um significado que o melhor presente da vida do GOT7 são vocês, os fãs”. O álbum ocupa o ponto médio entre arte e fan service (serviço aos fãs) – porque essas duas coisas não são mais exclusivas entre si em 2018.

Uma maneira de ler o álbum é que, em parte, é sobre estabelecer identidade. A música de auto-afirmação, I Am Me (Eu sou eu) antecede imediatamente a enxurrada de músicas solo. Como Jackson canta: “Dê uma boa olhada em si mesmo. Encontre-se.” A montagem de sons dá ao ouvinte uma ideia mais irregular da sensibilidade de cada membro.

O grupo tem estado envolvido no lado da produção de sua música há anos – um fenômeno que está cada vez mais normalizado em uma indústria que é frequentemente identificada como “fabricada” pela mídia ocidental. Todos os sete membros contribuíram para a composição do álbum, como foi o caso dos álbuns anteriores do GOT7. A faixa-título é a única música sem nenhuma participação dos membros.

Lullaby, por sua vez, parece mais confiante após uma série de singles de sucesso. (Dores/decepções são inevitáveis ​​quando um artista toma as direções em seu som no meio da carreira.) Ligada a uma melodia viciante, o grupo parece mais contagiante do que nunca. A vibe sonhadora é como um ar fresco em um clima de boy band dominado por atmosfera  temperamental e agressividade direta.

A universalidade da música pode ser resumida ao assunto: amor. A união de sonhos e romance é uma coisa tão antiga quanto o tempo. Talvez seja por isso que Lullaby foi uma música ideal para ser feita em quatro idiomas diferentes.

Mas enquanto o conceito está ligado ao universo, os significados das quatro versões – cada uma atribuída a compositores diferentes – aparentemente mudam um pouquinho. Como Yugyeom disse a Remezcla (website), os fãs consideram as letras em espanhol mais sexy porque são mais provocantes. (Fato importante: a versão em espanhol tem um trecho que diz “fique em cima de mim”.)

O GOT7 é digno de embaixadores da expansão do K-pop, já que os Estados Unidos e a América Latina se tornam mercados cada vez mais viáveis. O grupo tem sido internacionalmente popular desde seu debut em 2014 – graças, em parte, aos  membros americano, tailandês e chinês (carinhosamente chamada de linha AmeriThaiKong). Eles apareceram pela primeira vez na Billboard’s Hot Tours este ano, quando a parada em Los Angeles na turnê mundial, Eyes on You, faturou US $ 1,3 milhão. Sem mencionar que eles são um elemento regular na parada de álbuns mundial. Se continuarem a melhorar a qualidade do som, eles certamente abrirão novos caminhos no exterior.

 

 

 

 

Fonte: Forbes
Tradução: Jacke

Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s