Outros

Como o GOT7 chamou a atenção do mundo: cada passo valeu a pena

restmb_jhidxmake.php

O GOT7 é inegavelmente um dos artistas de K-pop com mais destaque no mundo – o grupo já se apresentou em todo o mundo, e é posição fixa na parada de álbuns da Billboard e tem fãs dedicados chamados de IGOT7 (mais conhecidos como Ahgase).

Mas o lendário septeto não ganhou fama mundial por causa de um único sucesso, e não foi um sucesso instantâneo com seu debut em 2014. Para conquistar a cena musical internacional, os sete companheiros de grupo – JB, Mark, Jackson, Jinyoung, Youngjae, Bambam e Yugyeom – cuidadosamente e persistentemente aperfeiçoaram suas técnicas.

Aqui está porque o GOT7 se conecta com o público pop em todos os lugares.

  1. Gêneros diversos

restmb_jhidxmake2.php

Hoje em dia o GOT7 toca todos os gêneros, mas inicialmente o grupo ganhou força por suas direções ao hip-hop e pela maneira como incorporou as artes marciais em seu trabalho. Suas performances foram certamente poderosas na época – como visto em seu single de debut, Girls Girls Girls, com coreografias que incluíam acrobacia, salto mortal e pirueta.

Mas os intensos espíritos das artes marciais do grupo começaram a diminuir com ‘A’, a faixa principal do seu segundo EP, lançado em junho de 2014. Sua popularidade ganhou força com seu primeiro álbum completo, Identity, que vendeu mais de 7.000 cópias – uma conquista impressionante para um grupo novato.

Isso foi até a trilogia Flight Log, onde o GOT7 abriu suas asas e descobriu sua verdadeira identidade como grupo. Sua trilogia de um ano, que viu o lançamento dos álbuns Departure, Turbulence e Arrival, impulsionou o GOT7 ao auge de sua fama e ao topo de várias paradas mundiais, incluindo o End-Year World Albums e o Year-End World Artists. Os singles Fly, Hard Carry e Never Ever foram experimentais, pois combinaram uma grande variedade de estilos, como house tropical, hip-hop e future bass*.

restmb_jhidxmake3.php

Em outubro do ano passado, eles chegaram ao seu lado mais suave no seu sétimo EP, 7 for 7, seguido pelo EP Eyes On You, que geraram elogios por apresentarem a maior diversidade sonora da carreira do grupo.

Então é oficial – o GOT7 é capaz de qualquer coisa.

  1. Uma formação multinacional

restmb_jhidxmake4.php

Mark vem dos EUA, Bambam da Tailândia e Jackson de Hong Kong. A “linha AmeriThaiKong” aumentou a atração do GOT7 para os fãs globais.

restmb_jhidxmake5.php

Bambam, que quando criança fazia parte da equipe de dança “We Zaa Cool”, com Lisa do Black Pink, disse uma vez que começou a querer uma carreira Kpop depois de assistir a uma apresentação de Rain. Aos 13 anos, ele estava na Coreia, treinando sob a JYP Entertainment – a agência onde o próprio Rain começou. Agora todos sabemos que Bambam se tornou um representante do K-pop em seu próprio país.

restmb_jhidxmake6.phprestmb_jhidxmake7.php

Jackson anteriormente foi um premiado esgrimista de Hong Kong, mudou-se para a Coreia em julho de 2011 para se tornar um trainee de K-pop; enquanto Mark, fluente em inglês, deixou sua cidade natal, Los Angeles, em 2010, após ser escolhido como trainee da JYP.

Também é impressionante que os três membros internacionais sejam principalmente rappers. Apesar das barreiras linguísticas – mas talvez isso não seja mais um problema? – a pronúncia deles é tão clara quanto a dos membros coreanos. E como falantes fluentes em inglês, eles permitiram que o grupo interagisse confortavelmente com muitos fãs globais.

  1. Ligação próxima

restmb_jhidxmake8.php

O que muitos fãs adoram no GOT7 é o relacionamento próximo entre os membros do grupo – eles são como uma família. Todos eles vêm de diferentes origens e culturas, mas o grupo tem um vínculo que se mantém forte, não importa onde eles estejam. Há um inegável senso de conforto um com o outro e ele brilha tanto dentro quanto fora da câmera.

Yugyeom disse uma vez que a principal lição que o grupo aprendeu com os artistas veteranos da JYP foi o trabalho em equipe.

“O 2PM nos mostrou que o trabalho em equipe é a coisa mais importante”, disse ele. “É claro que ser habilidoso em dança, canto, coisas assim são importantes. Mas o nosso trabalho em equipe, nossa amizade e ser uma família estão em primeiro lugar. ”

Bambam disse em uma entrevista anterior que seus companheiros de grupo eram seus “companheiros de alma”, dizendo: “Os outros seis membros, eles são mais que amigos, mais do que família”.

O fundador da empresa, Park Jin-young, também teria enfatizado a importância da comunicação como uma maneira de superar quaisquer conflitos interpessoais.

restmb_jhidxmake9.php

Como prova da irmandade de seus membros, o GOT7 vem lançando uma série de vídeos chamada “GOT2day” no YouTube desde 2015, com cada episódio apresentando dois membros em conversas divertidas, frequentemente sobre música – mas às vezes eles até mesmo falam sobre mal-entendidos do dia a dia. Definitivamente há química em cada par, e é por isso que os fãs adoram todos os membros do GOT7.

  1. Empoderamento, música original

restmb_jhidxmake10.php

O grupo multinacional de 5 anos agora é sinônimo de música de alta qualidade e performances carismáticas. Mas o que realmente diferencia o GOT7 é a sua música poderosa e a capacidade de criar seu próprio som característico.

Quer seja uma suave canção de amor ou uma música de dança alegre, o GOT7 sempre conta suas próprias histórias e transmite mensagens esperançosas através da música. Por exemplo, com Just Right, o grupo conforta uma garota lutando com baixa auto-estima. Ele lida com as inúmeras lutas que os jovens enfrentam em You Are. A nova faixa solo de Jinyoung, My Youth, é outra música sobre autorreflexão e empoderamento em que ele compartilha suas próprias lutas. A música recebeu elogios dos fãs por sua sinceridade e sua mensagem tocante.

Os sete rapazes também desempenham papéis importantes na elaboração de sua música e coreografando suas performances. Seu álbum recente, Present: You, apresenta faixas solo compostas por cada membro. Seu primeiro single, Look, também foi co-escrito por JB, enquanto Bambam, Yugyeom, Youngjae e Jinyoung trabalharam no EP Eyes on You.

JB, que também é conhecido pelo nome de Defsoul quando produz música, disse anteriormente em uma entrevista à Forbes, “As pessoas deveriam olhar para (o Kpop) de uma forma positiva, porque mesmo que um artista não faça suas próprias músicas, ele está se tornando o canal de transmissão para a música que outra pessoa criou, e há muito esforço e tempo nisso, que em si é arte”

Ele também falou sobre a diferença entre a música que ele pessoalmente prefere e o som que ele faz para o grupo. Mas esse músico profissional disse que aprendeu a se sentir mais confortável explorando essas diferenças.

Muitos dizem que o GOT7 é subestimado na Coreia, considerando sua fama internacional, mas temos certeza de que conquistar a cena local do K-pop é apenas uma questão de tempo. Você não acha?

*Future bass é um gênero musical bem amplo, oferecendo uma grande variedade de sons e ritmos normalmente produzido por sintetizadores.

 

 

 

Fonte: KpopHerald
Tradução: Jacke

Revisão: Tamanduá
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s