Entrevistas

Jackson Wang, estrela do K-Pop e muso da Fendi, está se isolando no estúdio

Já como membro do supergrupo de K-pop GOT7, Jackson Wang impulsionou sua própria carreira solo de enorme sucesso. Agora, com 26 anos, Jackson conta à Vogue como ele está lidando com o isolamento e a preparação para o novo álbum.

A história de Jackson Wang parece perfeita para um filme biográfico de Hollywood. De fato, se o cantor, rapper, ídolo de K-pop, intérprete e muso de moda da Fendi com 26 anos continuar com sua atual trajetória, essa ideia de história de Hollywood pode se tornar realidade.

O Pai de Wang, Wang Ruiji, é medalhista de ouro nos Jogos Asiáticos, enquanto sua mãe, Sophia Chow, foi uma campeã mundial de ginástica. Nascido em Hong Kong e com o esporte em suas veias, Wang escolheu a esgrima. Sua habilidade com o sabre acabou lhe proporcionando uma bolsa de estudos na Universidade de Stanford. Ele recusou a bolsa, optando por se aventurar em Seul, Coreia do Sul, em 2011 para começar o treinamento para se tornar uma superestrela do K-pop.

Por um momento parecia um grande erro, com seus dois anos e meio como trainee na JYP Entertainment (junto também com grupos como o atual DAY6) constantemente em torno de eliminações que poderiam levá-lo para casa de volta. Mas no final, ele foi um das sete pessoas escolhidas para formar o GOT7, que se estabeleceu como um dos maiores grupos de K-pop com 12 álbuns número 1 nos gráficos do Gaon na Coreia e nas arenas de turnê mundial.

Mas Wang não está aqui para falar de K-pop. Ele está aqui para falar de sua crescente carreira solo, que é promovida por meio de sua própria empresa, Team Wang. Após o lançamento de vários singles na China, em 2019 principalmente com músicas em Inglês, ele lançou o álbum de estréia Mirrors (160 milhões de transmissões em todo o mundo e ainda contando), exibiu uma fusão do hip-hop, balada de R&B e, como sugerido pelo Fendiman de 2018, um amor por um luxo específico em uma marca italiana (Fendi). Em março de 2020, Wang lançou 100 ways, um pouco mais dançante, com um vídeo tipicamente espetacular envolvendo trajes medievais, muito gelo seco e algumas danças ferozes.

Assim como todo mundo, Wang ficou “preso” durante a pandemia do Covid-19. Mas, diferentemente de muitos de nós, ele ignorou o desejo de comer toda hora compulsivamente, ver coisas velhas ou ter crises existenciais. Em vez disso, o isolamento de Wang inclui criar mais música, ser filosófico e espalhar talvez o recurso mais necessário do mundo no momento: o amor. Conversamos com ele em sua casa em Seul sobre música, moda e superação de expectativas.

Como você tem passado seu isolamento?

“Todo dia estou no estúdio. Eu tô quase morando lá há duas semanas, apenas gravando música após música. Sou casado com o estúdio agora – o trabalho é minha esposa.”

Você aprendeu alguma coisa sobre você durante esse período?

“Aprendi que é importante fazer o que amamos todos os dias. E valorizar isso. Você nunca sabe o que pode acontecer amanhã, as coisas podem piorar. Faça o que você ama e vá atrás dos seus sonhos. Não se arrependa. Não hesite. A melhor coisa para eu fazer agora é continuar fazendo mais músicas e espero que isso traga alguma alegria para as pessoas durante esse período difícil. A música é uma língua internacional e é algo que pode conectar pessoas. ”

O que você acha da história sobre o relato de coronavírus? Você já teve alguma experiência negativa?

“Como você sabe, a mídia de cada país é diferente, então não tenho muito o que comentar sobre isso. Só espero que o mundo lute com isso juntos – todos neste planeta estão em uma corrida agora. ”

Você tem uma mensagem para seus fãs durante esse período difícil?

“Espero poder, pelo menos, dar-lhes um pouco de alegria e dar-lhes uma razão para sorrir através da minha nova música.”

Isso significa que você estará lançando novas músicas em breve?

“Estou me preparando para o meu próximo álbum, que será lançado este ano. Todo álbum eu descubro mais sobre mim, minhas verdadeiras cores e gosto na música. É uma parte da minha evolução. Eu sinto que o próximo álbum provavelmente será outra fase da minha vida. ”

O seu último single, 100 Ways, é o primeiro aperitivo do álbum?

“Oh, isso é um pequeno segredo.” 

OK… Então pode fazer parte do álbum, mas também pode não fazer?

“Sim.”

O vídeo de 100 Ways é incrível. Você está envolvido nesse lado das coisas?

“Deixe-me explicar todo o conceito: há muitos elementos na vida que não podemos controlar, tempo e amor são dois deles. A razão pela qual escolhi uma história de amor chinesa antiga como tema é porque, antes de tudo, sou chinês e adoro compartilhar minha cultura tanto quanto adoro aprender sobre outras culturas. Basicamente, no vídeo, sou esse guerreiro e volto à vida para encontrar meu verdadeiro amor e trazê-la de volta à vida para que eu possa dizer a ela que devemos ficar juntos para sempre. Optamos por estar juntos e retornar à vida após a morte depois de ter conquistado o tempo. Tivemos apenas dois ou três dias para criar tudo do zero, por isso foi muito desafiador. Mas no final, fizemos essa obra-prima. ”

Seu histórico de esgrima é útil quando se trata de coreografia e treinamento nas filmagens?

“A esgrima me ajudou durante toda a minha jornada em direção ao meu sonho. Os reflexos, a mentalidade, a visão e eu como atleta. Eu nunca deixei as coisas atrapalharem, ou do jeito da equipe Wang. Haverá muita negatividade ao longo da jornada, muitos obstáculos e pessoas tentando nos derrubar, mas nada é fácil. Enquanto eu permanecer focado em aprimorar minha visão, sinto que vamos conseguir. ”

100 Ways é um pouco mais dance-pop do que as músicas do Mirrors. Foi uma decisão consciente se afastar do som hip-hop daquela estréia?

“Não, é porque eu fiz muitas faixas de hip-hop e também fiz muitas coisas de R&B na China, mas como mencionei, toda vez que lanço algo novo, procuro evoluir. Estou no meio de tentar encontrar meu gosto ainda, e estou tentando encontrar meu verdadeiro eu. Eu não diria que estou lá ainda, mas estou definitivamente no caminho. ”

Minha música favorita no Mirrors é Bad Back, onde você menciona a Fendi, e obviamente você tem uma música de 2018 chamada Fendiman…

“Whoo! Espera! Não é todo mundo que menciona Bad Back, sinceramente. É sempre Titanic, ou Bullet To the Heart, ou I Love You 3000 e Dway! – é muito raro. Só não ouço muita gente falando sobre Nas Back. “

Bem, estou à frente da curva, claramente. Por que você ficou tão atraído pela Fendi em particular?

“Nós nos tornamos amigos pela Fendi China. Então nós conversamos. Parece que nossa visão é muito semelhante; estamos sempre tentando permanecer fiéis a nós mesmos e não seguir a tendência. Estilo pessoal é importante para mim. Realmente define o caráter de alguém e sua personalidade. “

Que mensagem você queria passar com Mirrors?

“São oito sentimentos diferentes em oito faixas diferentes. É tudo sobre amor. Pode nos deixar loucos, nos faz felizes, mexe com nossas emoções, mas é tão poderoso. Pode superar tudo. Eu sinto isso. É como mágica – você não pode parar com isso. As emoções são como um feitiço. Basicamente, devemos amar mais. ”

Você está mais confortável como cantor agora do que como rapper?

“Não, eu não diria isso. Eu sou um artista. Eu sou dançarino, cantor, rapper, você escolhe. Isso realmente não importa. Eu faço o que eu amo. Eu sinto que é importante quando faço música, ou quando faço qualquer coisa, tenho que amar. Se eu não amo, ninguém mais vai. Eu tenho que ter essa paixão.

Você quebrou tantos recordes para artistas chineses, principalmente nos EUA – você se vê como uma figura importante no cruzamento global da música chinesa?

“Eu diria que não. Eu não acho que sou esse ícone. Eu acho que não sou nada. Eu sou apenas um garoto chinês, asiático, apenas indo atrás do meu sonho. Estou apenas tentando fazer história para mim e meu povo.”

Então, o que está por vir para Jackson Wang?

“Neste ano, meu álbum completo será lançado.”

O que as pessoas podem esperar?

“Todos podem esperar Jackson Wang.”

O Wang completo?

“100 por cento.”

Fonte: Vogue
Tradução: Jacke
Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s