Entrevistas

Todos Olhos em Mim: A Vida, Pensamentos e Sonhos de Bambam Kunpimook Bhuwaku [Edição 36 Billboard da Tailândia ]

21751480_2060380687511578_6123726236797166039_n

Viajou para a Coreia sozinho quando ele tinha apenas um pouco mais de dez anos, debutou como um K-pop idol quando nem tinha atingido vinte anos de idade, hoje com 20 anos Bambam é um homem jovem da Tailândia que é um dos mais amados e seguidos.

21586588_2060381837511463_878024900006428883_o

Nós conhecemos o Bambam por causa do GOT7, um grupo de K-pop com 7 membros da JYPE com uma mistura de membros Coreanos, um membro Chinês, um americano e apenas um membro Tailandês. Quão popular eles são – eles são o único grupo de K-pop na história que é capaz de ter uma tour na Tailândia com ingressos esgotados nas 4 regiões e província (anteriormente o GOT7 também teve seu primeiro show no Impact Arena por 2 dias consecutivos, com os bilhetes esgotados em poucos minutos). Desde um período do ano passado até este ano, esse é considerado o ano dourado. Apenas olhando para seus patrocinadores, eles são representantes para muitas marcas – variado de comida a cosméticos. É por isso que encontramos o BamBam e o GOT7 muitas vezes em conferências de imprensa e concertos.

Bambam, de uma perspectiva de quem está de “fora do palco” como nós/eu (o escritor), é um bom idol, humilde e amigável, quando encontramos um a um pela primeira vez, ele entrou no estúdio casualmente sem que a equipe limpasse a área ou fizesse qualquer preparação especial. O jovem homem com cabelo vermelho brilhante e longas pernas sorriu e disse “sa-wad-dee-krub” com as mãos juntas para “wai” assim que fizemos contato visual, sem nem mesmo termos apresentado quem era quem (T / N: BamBam estava prestando respeito a todos no estúdio, antes mesmo de ser apresentado quem era quem). Então ele caminhou, descansou o corpo no sofá no vestiário, assentiu para que eu me sentasse ao lado dele e disse “Estou cansado, mas você pode começar noona, por favor, apenas deixe-me tomar água, não preciso de comida – já comi meu favorito som-tum-poo-plara” (Salada de papaia temperada com peixe fermentado).

21543967_2060383170844663_5718171420275642532_o

O caminho do Bambam no K-pop começou quando ele conheceu Rain, seu ídolo, no concurso de dança cover ganhou como dança cover do Rain na Tailândia em 2007. Ele também ganhou segundo lugar como um membro do WE ZAA COOL (Lalice-Lalisa Manoban do BlackPink também estava no time) do concurso LG Entertainer na Tailândia em 2010. Seu talento atraiu os olhos de JYPE e BamBam mudou-se para a Coreia (para viver) como trainee até que ele finalmente estreou com o GOT7 em janeiro de 2014.

Deixar seu país de origem e se mudar para uma terra estrangeira sozinho quando ele era extremamente jovem não é uma decisão fácil, mas uma vez que decidiu, ele nunca teve a impressão de falhar.

“Eu não fui com o pensamento de que eu poderia ser enviado de volta à Tailândia. O único objetivo que tive era que eu tinha que fazer isso quando eu fosse. Não se trata de estar confiante, mas é mais como uma maneira de pensar. Se eu penso nisso como “apenas tentando”, “vou resolver as coisas se não conseguir”, então acredito que não teria conseguido. Então, quando eu fui, meu único pensamento é que eu tinha que fazer isso, não importa o que, eu tinha que ter sucesso”.

Dar tudo de si é uma espada dupla, a vida poderia continuar caindo se for um fracasso, mas aumentaria a confiança se fosse um sucesso. “Quando você realmente faz isso, sua confiança aumenta para o próximo passo do trabalho. Eu penso assim em tudo. Quando estou trabalhando em música, se houver um flash de pensamento ’isso funcionará? Isso será bom? ’ Eu vou parar de fazer essa música e faço uma nova música que me der o sentimento de ’Sim é isso, tem que ser desse jeito, tem que funcionar’ e realmente funcionou, me fez mais confiante sobre meus próprios pensamentos.

21743229_2060383530844627_6535133413516110073_n

“Esta é uma pergunta difícil.” Ele sorriu quando perguntamos se ele acha que ele já é bem sucedido. Antes de responder essa pergunta, Bambam falou com os olhos iluminados, que esse ano é um ano que ele está realmente feliz.

“Tudo está resolvido, o pior passou, no segundo dia do concerto das 4 turnês da região em Bangkok, quando eu saí do palco, eu não tinha arrependimentos. Não havia um pensamento se eu havia feito algum erro na coreografia, eu apenas pensei “Bam, você já fez o seu melhor, não pode melhorar hoje”. Eu estava orgulho de mim, orgulhoso do concerto, incluindo todos que estavam envolvidos esse dia.”

Outro destaque para ele neste ano é o concerto final no Japão, que encerrou a turnê de 1 mês do GOT7. O que foi especial foi que BamBam tinha mostrado outro lado de suas habilidades – filmagem e edição de vídeos. Foi mostrado no grande show e recebeu muito bons feedbacks dos fãs. É o seu orgulho pessoal, além do impressionante concerto.

“Eu direi sucesso em certo nível”. O jovem finalmente respondeu a pergunta com um sorriso. “Mas eu sou o tipo que gosta de definir o objetivo. Quando eu alcançar um, continuarei definindo o próximo objetivo, nunca terminará. Eu tive o objetivo de ter um show no Impact Arena e isso já aconteceu. O próximo objetivo é realizar no Rajamangala National Stadium (maior estádio na Tailândia). Pode ser muito grande, mas é melhor do que não ter um objetivo em absoluto”.

21462976_2060383724177941_6844884129102878780_n

Muitos podem se surpreender que um jovem de 21 anos que parece estar vivendo uma vida boa tenha uma determinação que pareça estrita em si mesmo. Mas se você conheceu o BamBam antes, você não ficaria surpreso; como o terceiro filho em uma família de classe média criado por uma mãe solteira, uma das razões pelas quais ele decidiu ser um artista K-pop é porque ele quer ajudar a diminuir o peso de sua família. Ele planeja e estabelece metas em várias coisas, como ele costuma fazer, começando com o objetivo de comprar uma casa dentro de 1 ano após o debute e usando seu próprio dinheiro para comprar um carro para sua irmã – o que ele realmente conseguiu.

Mas ao falar sobre viver a vida, seus pensamentos e socialização em geral, Bam é realmente descontraído e está bem com o que quer que seja. Ele confirmou que ele sempre foi assim e ainda é até o dia de hoje; podemos sentir isso depois de sentar e conversar com ele até agora. O status de “K-pop idol” que estava lá começou a desaparecer. Se eu não pensar na fama do GOT7, eu diria que é como falar com um irmão mais novo. Quanto mais falamos, mais divertido fica, mais tagarela e relaxado ele fica; Mas mesmo assim, ele disse que há seriedade no relaxamento. Coisas que ele experimentou e aprendeu, como BamBam do GOT7 o mudaram um pouco.

“Eu acho que há mais aspectos sobre mim que mudaram do que aqueles que não mudaram. Depois de debutar, meus pensamentos, personalidade, sentimentos, tudo mudou muito. Eu não mentiria e diria que não mudei”, ele admite. “Eu mudei para o ponto em que alguns disseram que Bam mudou. Mas trabalhando neste campo todos os dias, é inevitável que você mude, é apenas uma questão de como. Eu não fui à escola, mas aprendi muito fora dos livros. Aprendi que este é o mundo real. Muitos disseram que aqueles que aprendem com apenas os livros não conheceriam o mundo exterior. Quando enfrentamos o mundo real, não podemos aplicar 100% o que aprendemos com os livros. Eu não estou dizendo para não estudar, mas para eu aprender fora dos livros é bom, isso me fez diferente dos mais de 21 anos de idade”.

21741132_2060384080844572_5709636604864284690_o

Na sua vida pessoal, as experiências o fizeram aprender a se proteger, escolhendo de quem ser amigo.

“Conheço muitas pessoas, no começo eu saio com todos, exceto quando aprendo mais e percebo de quem ser amigo, vou dar uma volta. É por isso que alguns dizem que eu mudei – eu realmente mudei, é melhor do que deixá-los enganar-me.” Embora ele tenha terminado a frase com uma risada, mas a amargura em sua voz e o rosto abatido quando falava não nos impediu de pensar que as coisas não são todas bonitas para as celebridades.

Trabalha-sabiamente também, BamBam seria sério no mais alto nível.

“No passado, de 100%, se o trabalho funcionasse 70%, então eu seria como…” Sim, é um pouco, tudo bem”, mas agora, mesmo que seja apenas um pouco, se houver falhas no  trabalho, eu me sinto chateado. “Por que é assim? Por que não aconteceu assim? “Não há como deixar as coisas passarem mais”.

Ele simplesmente conclui que ele é mais “sensível” em muitas coisas, mesmo com alimentos.

Se a comida devesse chegar ao meio dia, mas chegou de uma hora e o trabalho começa às uma e meia, então teremos que comer com pressa e ir dançar logo depois. Então nós temos dores de barriga. Ficarei chateado com o motivo de uma hora de atraso e eu já teria perguntado sobre isso. Se eu não perguntei e a comida chegou tarde, eu tomarei a culpa desde que eu não perguntei não me importava; Mas eu me importo porque temos que começar a trabalhar às uma e meia. É importante que tenhamos tempo de comer, hora de digerir antes de dançar, então, por que se atrasou? Na verdade, é um assunto pequeno, mas estou apenas dando um exemplo, eu fico sério e sou um perfeccionista com tudo – algo dessa linha”.

Na verdade, queríamos dizer ao Bam que seu exemplo não é sobre comida, mas sobre pontualidade. É adorável – sua confusão ocasional com seu tailandês, sua honestidade e seu esforço em nos dar um exemplo.

21551826_2060384314177882_5454731111631810217_o

Ser diferente, ter autoconfiança e ser descontraído são três coisas que Bam usa como base na vida. Ele riu e disse que a última coisa pode parecer às outras, mas como ele mencionou, mesmo que ele seja rígido consigo mesmo, por outro lado, ele também está confortável e descontraído.

“Eu pensei em ser diferente, já que eles me lançaram para ser um aprendiz de JYP. Não fui pela primeira vez, mas eles me ofereceram novamente pela segunda vez; Isso me fez acreditar que eu provavelmente tenho algo diferente dos outros, então eles me queriam. Há muitos que são bons em dançar e cantar, mas o que o torna encantador e pop-out está sendo diferente. Eles provavelmente viram isso em mim.”

JYP não estava errado, Bam confirmou com um olhar teimoso que ele não gosta de fazer coisas dentro da caixa. Começando a fazer músicas, dado o desejo da empresa, ele gostaria de fazer isso fora da caixa, mesmo que fosse um pouco para ser fresco e único com cores mais parecidas com ele. Todo o caminho para a moda, se você se lembrar, ele usando “saltos de 8 cm” e performando no palco causou um zumbido antes.

“As pessoas podem pensar que temos que seguir a ordem da empresa para um T, mas na verdade podemos lutar”, ele ri. “Mas lute com razão. Como os saltos de 8 cm, eles me perguntaram se eu posso dançar com saltos tão alto, eu disse que vou tentar. Eu sei que posso fazê-lo e gosto de coisas diferentes. Ok, talvez eu não seja ótimo na dança ou no Top 10 K-pop idol, mas eu tenho algo único e fresco para as pessoas verem – quem usaria sapatos de 8cm para se apresentar! “

21743513_2060385137511133_9073707093214582753_o

Ser tailandês entre coreanos e chineses na indústria de K-pop é outro ponto diferente e único. Embora existam membros tailandeses em muitos grupos ídolos, ainda é considerada uma pequena proporção. Todos se conhecem, mas o quanto eles conseguem se encontrar depende do tempo e das oportunidades que os permitem.

“Eu já sou próximo de Liz noona, falamos sobre tudo. Khun hyung (Nichkhun Horvejkul do 2PM) – estamos na mesma empresa, mas tive medo dele no início; Ele já era tão famoso e eu era muito jovem naquela época, então havia nervosismo. Só nos aproximamos do ano passado. Khun Hyung dirigiu para me buscar e me levar para uma refeição. No começo, estava um pouco nervoso, dois homens, 21 e 28 anos reunidos e conversando. Começou com temas sérios sobre a vida e depois coisas divertidas mais tarde. Mas no dia seguinte, Khun Hyung me chamou novamente “Bam, vamos sair para comer novamente” Eu era como… “Novamente? Ok, vamos” Parece que os amigos de sua idade só falam sobre a vida e coisas não muito divertidas, então ele ficou viciado quando ele saiu para comer comigo.” Bam ri enquanto ele conta a história. “Nós nos encontramos quase todos os dias esse mês. Dormi no lugar de Khun Hyung por 8 a 9 dias. Ele disse que comer fora comigo parece voltar a seu tempo nos EUA – conversar e se divertir, não há estresse, foi como ser uma criança novamente – então ele quer comer comigo com frequência”.

Além de ser diferente na indústria de K-pop, ser tailandês faz com que BamBam se sinta confortado quando pensa em pessoas tailandesas.

“Eu sinto que tailandeses são outro grupo de pessoas que realmente continuam a nos apoiar. Onde quer que estejamos mesmo se atuarmos em um país e pode ter apenas 300 pessoas na audiência – em que às vezes eu/nós não podemos deixar de pensar que há apenas essas muitas pessoas? – mas, quando penso, outro pensamento que apareceria imediatamente é que ainda há muitos fãs nos esperando na Tailândia. Ou quando houve notícias negativas sobre mim e se houve 100 comentários de fãs de muitos países, incluindo a Tailândia, me derrubando – mesmo que seja assim, no meu coração, vou me dizer que, mesmo que existam 100 pessoas me atacam, ainda há fãs tailandeses que ainda me amam e me apoiam e talvez outros cem mil que não sejam fãs, mas conhecem-me como um menino tailandês que trabalha no país estrangeiro e torce por mim. Existe a sensação de ser consolado”.

21586572_2060385444177769_7874516935786996038_o

A sensação de ter o povo tailandês apoiando-o e animando-o faz com que ele deseje pagá-los, fazendo com que todos se orgulhem, e assim, esperando que todos não riam (Bam disse) se o objetivo mais alto do BamBam na vida seja ser chamado de “tesouro da nação”.

“Alguém me chamou de” tesouro da nação” antes. Eu acho que é um elogio que é ainda melhor do que bonito ou fofo. Eu me senti muito bem quando ouvi isso. Quero que o povo tailandês se orgulhem de mim. Bam repetiu com uma voz firme. “Estou orgulhoso de ser tailandês. Eu sempre digo isso onde quer que eu vá. Às vezes eu entendo em uma mordaça “Olá, sou BamBam, o membro tailandês”, porque eu quero que as pessoas se lembrem de que sou tailandês. Eu falo tanto em coreano que alguns podem ter esquecido que eu sou tailandês. Quando eu venho para a Tailândia, eu falo tailandês. As pessoas podem não estar acostumadas a falar um monte de tailandês porque me ouviram falar apenas coreano. Mas na verdade, se eu sou/somos ídolos K-pop ou o que quer que seja, eu ainda sou tailandês. (T / N: como ele disse é como onde quer que você esteja / o que quer que você seja você é tailandês – ele não se esquece de onde ele é e diz aos outros para que não esqueçam também) Agora, há algumas pessoas tailandesas que me chamam de “tesouro da nação”…

Se eu puder fazer com que todo o país me chamasse assim, como seria bom. “

 

 

Fonte: Ahgawings
Tradução:
Dayoung
Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

YOU’RE MY DESTINY [HIGH CUT VOL 203] (JJP)

VOCÊ É MEU DESTINO

O garoto que faz b-boy, Im Jaebum, e o garoto que veio de Jinhae, Park Jinyoung, se conheceram em 2009. Na abertura das audições da JYP Entertainment em Seul. Até os números de espera eram 24 e 25, organizados um perto do outro; derrotando outros 10.000 inscritos, eles foram os primeiros ganhadores a empataram. Eles debutaram juntos em DREAM HIGH 2, e, sob o nome de JJ Project, lançaram um álbum. Com o grupo GOT7, eles promoveram e juntos os corações desses meninos batem. E depois de 5 anos, JJ Project está de volta. Agora eles estão em seus 20 anos. JB e Jinyoung, que participaram na composição e escrita de todas as oito músicas, foram modestos durante a entrevista, mas a confiança e ambição ficaram transparentes. Os dois homens que disseram que colocaram tudo no álbum sem arrependimentos e que eles não podem recomendar apenas um detalhe, então eles pediram para os ouvintes para prestarem atenção a tudo  – o perfil deles, quão parecidos eles são.

5389963bc8c233e604cfc698237035a4_9FU3Pt54JI9tQI9V

Um relacionamento indestrutível com Jinyoung; Parece que nossas lápides estarão uma do lado da outra também.

– JB

JJ Project, que se reuniu novamente depois de 5 anos, lançou seu álbum em 31 de julho. No site do JJ Project foram lançados vídeos seus lendo uma linha das letras que você escreveu pessoalmente. A letra de Fade Away é bastante forte. “Você cobre minha boca e chama isso de amor. Isso é uma merda. Você me faz esquecer a pessoa que eu era.” Isso veio de experiência?

Experiência e imaginação. Em primeiro lugar, o maior tópico da música era: “O que me impede/me bloqueia”. Ao combinar esse tópico, escrevi escolhendo das minhas experiências e minha imaginação.

Você participou da composição e escrita das 8 músicas. Qual música foi mais difícil de trabalhar?

Icarus e a música título, Tomorrow, Today. O tema para Icarus é claro, mas escolher as palavras certas foi difícil, então eu pensei muito sobre isso. Para Tomorrow, Today, desde o início não consegui entender o sentimento para escrever. Park Jinyoung PDnim deu um tema, mas para mim, eu acho que escrever a primeira coisa que me vem à mente quando ouço a melodia é mais importante. Escrever letras para que as pessoas da minha faixa etária com problemas na escolha do caminho possam se identificar foi difícil. Continue lendo “YOU’RE MY DESTINY [HIGH CUT VOL 203] (JJP)”

Entrevistas

“I Have a Lot Greed” [Arena Homme + Sep 2017] (Mark)

“Eu tenho muita ambição”

35805-255256-sample.jpg

Um jovem homem com muita ambição expressa a si mesmo ocupado. Não sendo capaz de expressar tudo, ele é impaciente. Mas Mark é diferente. “Eu gosto de me mover mais do que falar. Eu tenho muita ambição.” No quarto ano de debut dele, Mark que estará completando vinte e cinco anos logo, está se preparando calmamente para o próximo estágio de si mesmo. Espere por isso.

Nota: A “ambição” presente na entrevista significa a vontade/desejo de alguém de querer fazer algo.

Mark não fala muito. Ele é como os outros membros do GOT7 se declaram publicamente. Ele absorve qualquer coisa rapidamente. Primeiramente, as roupas. Como estávamos fotografando, Mark teve que fazer cinco trocas de roupas e com cada troca ele se movia num ritmo diferente na frente da câmera. Ele imediatamente soube que tipo de movimento combinaria com um estilo em particular, que tipo de lugar seria bom usando um certo tipo de chapéu, e ele expressou isso. Quando o perguntaram como ele era tão capaz disso, com uma risada envergonhada ele respondeu, “Eu sou assim; eu realmente não sei.” Mark parece não mudar ou enfeitar sua personalidade introvertida. No lugar disso, ele usa essa disposição com calma. Conservando suas palavras, ele pensa profundamente e com toda sua força reunida ele solta isso corretamente. “Eu não posso apenas passar meu tempo livre assim. Eu gosto de me preparar para alguma coisa.” Este jovem homem quieto, que se encontra deitado em sua cama conversando consigo uma coisa que lhe dá a maior das forças, revela em palavras para nós (sobre ele,) e parece que ele vai conseguir mais do que expressou.

AH: Você está descansando bem?

MK: Sim. Nossas férias estão perto do fim. Eu acho que nós logo vamos entrar nos preparativos das nossas promoções. Ao longo da nossa pausa, eu continuei assistindo aulas de mandarim e de atuação. Houve também momentos em que eu apenas descansei.

AH: O que você faz além de assistir aulas? Sendo uma pausa, você deveria fazer coisas que te tragam satisfação pessoal.

MK: Eu joguei, haha. Um jogo de computador.

AH: Por acaso “Overwatch”?

MK: Oh, sim. Na verdade, eu gosto de jogos de FPS, então isso é um pouco diferente, mas é divertido. Faz tempo que viciei num jogo.

AH: Você viveu em LA antes de vir pra Coréia, não? Eu ouvi que você sempre estava na praia no verão.

MK: Eu nadaria no mar com os meus amigos e nós jogaríamos bola. Eu andaria de skate também. Quando eu estava nos Estados Unidos eu gostava muito do verão. Depois da escola eu chamaria meus amigos pra nadar, eu dirigiria e nós iríamos a uma churrascaria e comeríamos até estarmos cheios… Nós brincamos assim.

AH: Como o jovem Mark era?

MK: Uma criança que não parava quieta. Eu sempre estou fazendo alguma coisa, sou ativo. Gosto de sair pra jogar. Jogaria basquete e andaria de bicicleta.

35805-255254-sampleM

AH: Parece que há uma grande diferença do Mark de agora. Uma vez Jackson disse “Ele é como um objeto no quarto”.

MK: Quando eu estou em casa fico parado, sou quieto. Eu gosto de me mover mais do que falar. Eu particularmente não gosto de ser barulhento. Os membros dizem que eu não tenho nada a dizer quando eles olham pra mim, mas honestamente eu sou sincero. Digo qualquer coisa que seja importante, digo qualquer coisa que quero dizer.

AH: Você não inventa as coisas antes de falar, certo?

MK: Tipo isso. Se tem alguma coisa que eu gostaria de falar pra alguém, eu vou falar, mas se não houver nada que vale a pena dizer, eu não direi. Também há momentos que eu não digo uma palavra, enquanto como com os membros. “Vamos comer,” “Okay”,e termina aí.

AH: Fora os apelidos que os fãs têm pra você, um deles é “Mark-stério”. É por causa do misterioso Mark.

MK: Eu? Eu sou misterioso?

AH:Esse apelido foi criado porque você não fala muito?

MK: Eu acho que sim. Eu sou misterioso? Eu não acho.

AH: Parece que ultimamente você tem se tornado mais familiarizado com a nossa língua e você tem expressado sua afeição pelos membros frequentemente. Parece que você se esforça bastante para ser bom na língua coreana.

MK: Até certo ponto? Haha. Eu dou voz aos meus pensamentos um pouco mais comparado ao passado. Eu costumava não dar voz as minhas opiniões se eu as tivesse. Eu não digo nada até mesmo quando coisas desagradáveis acontecem, mas ultimamente eu tenho falado mais.

AH: Não querendo falar sobre coisas desagradáveis, essa é a personalidade com a qual você nasceu?

MK: Sim. Honestamente, quando eu não estou me sentindo bem, é melhor ficar sozinho porque eu ficarei bem depois de um tempo.

AH: Parece que você prefere observar mais do que falar.

MK: Sim. Quando os garotos estão brincando, eu gosto de assistir de lado. Em vez de brincar com eles, eu gosto de assistir de lado.

AH: Observando continuamente, teria vezes onde você descobriria a diversão que os membros estão tendo e aproveitado isso no seu coração.

MK: Há vezes assim, isso difere da situação. O que eu descobri recentemente foi que eu pensei que o Jaebum era parecido comigo, que ele preferia observar de lado, mas não é o caso. Sempre que os membros fazem alguma coisa, ele finge que não está interessado, finge estar apenas olhando e aos poucos ele irá. “Eu vou também.” Em algum ponto ele brincaria junto e ele seria o mais animado de todos, é divertido.

35805-255255-sampleM.jpg

AH: Desde o debut, sua posição foi de rapper, mas depois você expressou uma ambição em cantar. Que tipo de música você quer tentar?

MK: Hm.. Cantando com sentimento. Nenhuma onde eu tenha que gritar uma nota alta, coisas tristes são boas também. Eu acho que músicas tristes seriam melhor que músicas com uma batida animada. Eu gosto de baladas, então eu escuto às vezes; eu não canto junto, só escuto elas.

AH: Não muito tempo atrás você disse que deu uma olhada nas músicas do NYSNC e Backstreet Boys para escutar. Não são músicas de quando você era muito jovem?

MK: Aos poucos eu tive esse pensamento: Quais grupos masculinos a música é popular entre as mulheres? Eu quero ouvir as músicas velhas. Fora todas essas músicas, eu só conhecia as músicas mais populares do NYSNC e do Backstreet Boys. Ouvindo elas de novo, há muitas músicas boas. Eu continuo ouvindo elas. As músicas boas até hoje, então significa que eles são fortes.

AH: Jinyoung e Jaebum estão se promovendo como uma unit, JJ Project. Você disse que eles estão fazendo bem e está torcendo por eles. Parece que você também pensa sobre coisas que você gostaria de fazer.

MK: As coisas que eu gostaria de fazer… Há muitas. Eu também gostaria de ter uma unit com um membro que canta (da linha dos vocais). Eu me daria bem com qualquer um.

AH: Ainda assim, há alguém no qual a voz combina mais com a sua?

MK:Hm.. Para mim, Jinyoung? Eu acho que a voz do Jinyoung e a minha combinam bem. Eu acho que o estilo de musica que eu gosto combina com o que o Jinyoung gosta também.

AH: Os outros membros do GOT7 escolhem você como membro mais ambicioso.

MK: Sim, eu tenho muita ambição. Também tenho muita ambição quando isso tem a ver com comida. Não o tipo onde eu roubo a comida dos outros membros. Apenas pareço ter muita ambição sempre que eu faço qualquer coisa.

AH: O Mark que eu vejo parece inteligente. Eu, sobretudo tive esses pensamentos quando eu assisti o Law of the Jungle.

MK: Eu realmente não sei. Eu sou assim?

AH: Sempre que você quer ajudar alguém, consegue rapidamente entender o que a pessoa precisa.

MK: Ah, voltando nisso, é porque todos nós precisamos sobreviver juntos independente do que seja. Tudo tem que ser feito rapidamente.

AH: Você descobriu sua especialidade lá? No que você acha que era bom na floresta?

MK: Acho que em nada. Por isso que eu trabalhei duro pra ajudar. Eu sou bom em nadar, mas a água era muito gelada, então eu não pude fazer isso. Desde o primeiro dia na floresta, eu pensei que precisava ajudar bastante. Uma vez que o Byoungman hyung estivesse tendo um momento difícil, pensei que deveria oferecer minha ajuda devidamente. Não muito tempo atrás, Byoungman hyung entrou em contato comigo. Ele disse para irmos para um país quente e nadar da próxima vez. Disse que me ensinaria a mergulhar, e se eu for da próxima vez, deveria falar um pouco mais. Eu acho que eu só trabalhei zelosamente.

35805-255253-sample.jpg

AH: “Nada mais para dizer”, “quieto”, “muita ambição”, etc. Todas essas coisas são ditas sobre você. Mas colocando tudo isso de lado, como você quer ser visto pelas outras pessoas?

MK: Como eu sou quando estou no palco. Eu rezo para que as pessoas não pensem que o GOT7 é um grupo que não pode fazer/que não consegue fazer bem. Espero que nós não nos deparemos com isso. Espero que as pessoas vejam o GOT7 como um grupo que trabalha duro e faz bem. Sou alguém que não consegue iniciar uma conversa com as pessoas, eu não sei. Entretanto, ainda acho que as pessoas não sabem quem eu sou. Há muitas vezes que ando pelas ruas e pessoas que não conheço me reconhecem, e chegam até mim, me dizem “olá.” Eu fico frustrado… Não sei como responder. Mas quando essas pessoas me veem assim, elas podem pensar desse jeito: “Ele pensa que está fazendo bem? Eu acho que ele pegou a síndrome de celebridade.” Mas sou assim porque não sei o que dizer, ou como responder. Entretanto, espero que as pessoas não me entendam mal.

AH: Em setembro é o aniversario de 25 anos do Mark. Se você não tiver nenhuma programação, o que você gostaria de fazer?

MK: Nós estamos entrando nas preparações para as nossas promoções, então eu acho que haverá programações. Mesmo que não houvesse, sempre tem trabalho no meu aniversário.

AH: É uma maldição? Sempre haverá trabalho no aniversário do Mark

MK: Ah, é o aniversário de debut dos hyungs do 2PM, 4 de Setembro. Tenho que comparecer nisso, tenho que fazer alguma coisa, não vou descansar.

AH: Como esperado, a real personalidade de alguém que não pode ficar quieto.

MK: Haha. Gosto de passar meu tempo em casa, mas também gosto de fazer coisas, me preparar para coisas.

 

Fonte: Ahgawings
Tradução:
Defgirl
Revisão: Jacke
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

A VOZ DA JUVENTUDE [The Star Aug 2017]

Os jovens JB e Jinyoung que se juntaram para o JJ Project.

1501636545-36-org.jpg

No fim de uma espera de 5 anos, JB e Jinyoung do GOT7 voltaram com a unit JJ Project. Justo para dois jovens que passam todos os momentos de forma séria e fazendo seu melhor, esse se tornou um momento de espera para o novo álbum que é um passo mais maduro.

TS: É um álbum da unit depois de um longo tempo. Como vocês se sentem?
JY: Faz tempo desde que nós fizemos coisas apenas nós dois, então parece novo, mas, ao mesmo tempo, eu sinto muito peso. Depois do último álbum do GOT7, os membros falaram como o próximo álbum seria realmente importante, e como o próximo álbum deveria ser, então nós seríamos capazes de crescer musicalmente. Porém, esse álbum se tornou o álbum do JJ Project. Nós precisamos preencher bem o espaço e fazer disso o ponto decisivo e eu estou preocupado sobre se podemos fazer isso.
JB: Para isso nós temos que trabalhar duro (risadas).

TS: Qual a diferença do último álbum para esse? Por favor, explique o álbum de forma simples.
JY: Esse álbum é muito mais gentil (calmo), comparado ao álbum anterior do JJ Project.
JB: Você será capaz de sentir a profundidade dele a partir da música e da dança.
JY: Um JJ Project maduro. Você pode chorar ouvindo as músicas (risadas). Porque você pode se identificar bastante. Fala sobre a vida.
JB: O álbum se chama VERSE 2 e tem 8 músicas. A sensação na maioria do álbum é tranquila e um pouco otimista. Ouvindo as músicas você pode ser capaz de sentir “Eu preciso controlar minha mente”; nós preenchemos o álbum com essas músicas.

TS: Qual a mensagem que vocês mais querem passar com esse álbum?
JB: Eu espero que vocês sejam capazes de se identificar bastante ouvindo as nossas músicas.
JY: A música título desse álbum é Tomorrow, Today. Fala sobre a juventude tendo que saber e decidir o que é importante para o amanhã, enquanto ainda é inseguro sobre o hoje. Fala sobre o eu perdido/vagando e a angústia que a juventude enfrenta.

TS: Vocês trabalharam em alguma música?
JY: Nós participamos do álbum todo.
JB: Em muitas. De todos até agora esse foi o álbum que mais teve nosso envolvimento/participação.

TS: Bem como vocês combinam um com o outro, eu sinto como se tivesse havido alguma coisa interessante que nós não sabemos enquanto se preparavam para esse álbum.
JY: O fato de que tudo aconteceu sem problema nenhum? (risadas) Normalmente quando estamos nos preparando para um álbum, há instâncias onde a opinião dos ídolos e da companhia difere. Entretanto, pra esse álbum, foi tranquilo ao ponto de não precisarmos ajustar nenhuma das nossas entradas.
JB: Como no ensaio de hoje. Sem problemas. (risadas)
JY: Filmar o MV também foi divertido. Pela primeira vez nós não dançamos.
JB: Sim. Não fizemos dança. Porque é diferente do que era antes, isso é novo. Como um filme de estrada, nós caminhamos pela estrada confortavelmente e o diretor filmou nossos lados espontâneos. Parece que estávamos de férias enquanto estávamos filmando.
JY: Nós estamos tentando pela primeira vez a forma desse MV; é diferente de todos os Mvs que nós fizemos todo esse tempo. Você pode dizer que isso é experimental.

TS: Se vocês fizessem outra unit no GOT7 fora a unit JB e Jinyoung, com quem vocês gostariam de fazer?
JY: Se eu fizer isso com o Yugyeom e o Bambam eu acho que seria uma música realmente forte/consistente. Como nós também fizemos durante o nosso concerto, Mark hyung comigo, JB hyung com Youngjae e Yugyeom, Bambam e Jackson – três units assim.
JB: Eu acho que isso é bom.
JY: O estilo das três units são diferentes, então acho que é divertido.
JB: Além disso, Bambam e eu. O gênero musical que gostamos é parecido então eu acho que isso seria ótimo se nós dois pudéssemos fazer isso.

TS: O que é diferente entre as promoções do GOT7 e do JJ Project?
JY: A parte onde duas pessoas têm que fazer o que sete pessoas fizeram. O tempo de preparação é curto? (risadas)
JB: A importância dos hyungs da dança cresce. Desde que só há dois membros no JJ Project, os hyungs da dança trabalham duro. Sem os membros, somos o Jinyoung e eu quietos; desde que os dois membros quietos do time estão juntos, a atmosfera geral é séria. Mesmo quando nós estamos brincando, devo dizer que as brincadeiras que nós fazemos são feitas por fazer. Porém, quando o GOT7 está reunido, nós somos muito ativos.

TS: Vocês acumularam uma grande popularidade no exterior em países como Japão, Tailândia, Vietnã, etc. Como vocês viajam indo e voltando da Coreia para o exterior, há alguma dificuldade?
JB: Haha, isso está certo? Toda vez que viajamos para vários países tentamos usar a língua local (do país) o tanto quanto podemos. Porque são línguas de diferentes países, há vezes em que nós nos confundimos. Por exemplo, quando nos apresentamos na China, há vezes em que confundimos por engano com Japão (palavras). (risadas)

TS: Como vocês recorrem aos fãs estrangeiros?
JY: Apesar de gostarem quando falamos em coreano, eles gostam ainda mais quando nós conversamos na língua do país deles. Só quando isso acontece, eles acham que isso se torna comunicação de verdade. Falando na língua local do país e não falando é a diferença do céu e da terra.
JB: Eu acho que usando a língua do país é como eles conseguem se identificar melhor. É difícil, mas nós mostramos que estamos nos esforçando.

TS: Quando você olha o antes e o agora do GOT7, vocês acham que estão indo na direção que vocês querem?
JY: Nós sofremos muitas tentativas e erros. Eu acho que agora, nós conseguimos uma música muito mais estável e um conceito sensato.
JB: De Just Right à If You Do, tudo foi ótimo, mas, por outro lado, parece que nós ainda não fomos capazes de encontrar nosso caminho. Contudo conforme passamos pela série Flight Log, eu descobri que nós encontramos nosso lugar. Eu penso em algum aspecto, nós encontramos nossa própria cor. Com o próximo álbum, eu quero dar uma nova mudança.

1501636559-73-org.jpg

TS: JB e Jinyoung, ambos trabalham duro atuando. Quais são os próximos planos para atuação?
JB: Por enquanto não sei. Agora eu quero focar na música que eu estou fazendo. Conforme o passar do tempo e eu começar a sentir “Tudo bem começar a aprender sobre outras coisas agora”, eu acho que seria o momento certo pra tentar (atuar) de novo.
JY: Eu estou filmando agora para um web drama e para planos além disso eu estou pensando devagar. Independente do gênero, eu não sou exigente e eu quero muito tentar.

TS: Vocês assistem a atuação um do outro e comentam sobre?
JB: Na época em que atuamos juntos, há momentos em que fazíamos isso as vezes.
JY: Eu pensava que atuava bem naquela época (risadas). Conforme o tempo passou, eu penso “Realmente faltava muito huh”.
JB: Como as filmagens passaram rápido, eu estava tentando me acostumar, mas eu estava fora disso.
JY: Nós tivemos que confiar no diretor e seguir a liderança dele (risadas).
JB: Eu pedi conselhos dos outros atores e aprendi muito. Claro que eu ainda tenho muito pra aprender ainda agora.

TS: Fora música e atuação, há outra área que vocês querem tentar?
JB: Meu passatempo é tirar fotos. Se surgir uma oportunidade, eu gostaria de aprender mais afundo sobre. Eu tenho muito interesse no mundo da arte. Eu estive pensando sobre aprender sobre isso. Mas eu não sei desenhar bem (risadas).
JY: Que tal arte moderna?
JB: Ah, nesse caso então eu seria capaz de fazer um pouco de videoarte. Depois de aprender.
JY: Eu não tive pensado muito sobre outras coisas então eu realmente não sei ainda. Se nós estamos falando sobre passatempos, então eu quero pescar ou caminhar. Eu gosto especialmente de caminhar. O ar é bom e eu gosto de escalar montanhas. Eu vou para Bukhansan às vezes; eu gosto de organizar meus pensamentos escalando.

TS: A expressão YOLO tem sido muito usada. Se vocês ganhassem tempo e dinheiro agora mesmo, o que vocês fariam de imediato?
JY: Eu mandaria metade pra minha família e eu quero sair de férias com a outra metade.
JB: Eu não sei. Há muitas coisas que eu quero fazer, então eu não sei o que eu deveria fazer. Se eu tivesse muito tempo, ou mochilão ou pegar uma scooter motorizada e ir pro exterior com ela. Acho que seria divertido.

TS: No que vocês mais pensam quando estão tendo um momento difícil?
JB: O que é mais penso quando estou tendo um momento difícil definitivamente é álcool. Haha. Eu estou brincando. Eu particularmente não penso em nada. Meu maior pensamento quando eu estou tendo um momento difícil é ir logo para a cama. E mesmo que eu não queira dormir, eu sou do tipo que dorme muito quando estou tendo um momento difícil ou extremamente estressante.
JY: Eu penso nos amigos e na família. Apenas o fato de que eles estão do meu lado me dá muita força.
JB: Eu concordo com isso. Família e amigos.
JY: Quando eu sinto que estou perdendo tudo, eu sinto estabilidade pensando “Eu tenho meus amigos e minha família ainda.”

201708-더스타-4

201708-더스타-6

TS: Apesar desse ser um período onde vocês estão ocupados trabalhando, por outro lado, parece que como seus colegas, vocês teriam pensamentos de querer estar num relacionamento.
JB: Há momentos em que eu quero (estar num relacionamento).
JY: Seria realmente uma mentira dizer que não há nada disso (risadas).
JB: Entretanto se eu namorasse eu sei que eu colocaria meu trabalho antes do meu relacionamento. Sendo assim, acho que isso machucaria a outra parte com quem eu estou no relacionamento. Então isso (pensamentos sobre namoro) não chegam até mim.
JY: Essas palavras são delicadas.
JB: Mesmo que eu pense que vou me arrepender disso mais tarde, eu sinto que essa é uma decisão sábia. Eu posso fazer isso mais tarde (risadas).
JY: Eu acho que as palavras do JB hyung foram muito delicadas porque isso não é egoísta. Porque você sabe o que é sua prioridade então você pensa assim.

TS: Se vocês namorassem, que tipo de relacionamento vocês querem ter?
JB: Um relacionamento livre? Não se incomodar sobre o trabalho um do outro e entender bastante um ao outro; Eu quero ter esse tipo de relacionamento.
JY: Eu gostaria se fosse alguém que é confortável como um amigo. Eu acho que quando você se estressa (por isso), não é um relacionamento.

TS: Certo, mudando de assunto, o que é o chapéu de balde para o JB?
JB: Hahaha. Agora, é algo de muita importância pra mim. Usar boné não cobre tudo. Quando eu vou para lugares como aeroporto, eu ainda fico um pouco envergonhado e tímido pelas pessoas tirando fotos minhas. Por isso, na intenção de cobrir tudo, eu uso o chapéu de balde frequentemente.
JY: Que tal usar um guarda-chuva? Eu deveria comprar um pra você?
JB: Não, não (risadas). O chapéu de balde é o mais fácil e cobre bem meu rosto. Eu usei muito isso quando eu era mais jovem, desde que eu usava quando eu fazia b-boy também.

TS: O que é No Jam para o Jinyoung?
JB, JY: (rindo enquanto batem palmas)
JY: Eu admito isso (risadas).
JB: Mas o Jinyoung é engraçado ultimamente.
JY: Eu acho que sou diferente. Ultimamente pessoas bem-humoradas estão na moda. Mas como isso funciona se todos são bem-humorados? Porque todos vão sentir como se fosse livre, então eu devo ter controle do centro. Os membros são todos engraçados. Eles são todos animados e ativos então eu penso “Eu deveria ser assim também?” Isso é uma boa desculpa? Haha
JB: Jinyoung é o mais engraçado quando faz graça de alguém, ele faz isso com inteligência. Eu aprendi isso com ele também.

Nota: No jam significa “sem graça”.

TS: Por último, por favor digam algo para as fãs que estiveram esperando um longo tempo pelo JJ Project.
JB: Nós voltamos depois de 5 anos. Obrigado. Eu ouvi que houve muito interesse das pessoas em ouvir que o JJ Project está voltando. Somente por isso, eu acredito, é um êxito. Isso me fez pensar que o grupo JJ Project não foi em vão, então obrigado. (O álbum) é cheio de músicas boas então eu espero que vocês possam esperar por isso o tanto quanto vocês esperaram.
JY: Eu acho que esse é um álbum com as músicas mais completas que eu já fiz. Todas as 8 músicas são ótimas então eu espero que vocês ouçam todas elas sem perder nenhuma. Se você ouvir a letra, você será capaz de conhecer muitos pensamentos. Você irá pensar “Ah, esses amigos vivem a vida e promovem enquanto têm esses pensamentos.”

201708-더스타-2.jpg

 

Fonte: Ahgawings
Tradução:
Defgirl
Revisão: Jacke
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

GOT To Be You: Uma Entrevista Exclusiva Com Bambam

interview-talk-bambam-banner.jpg

A calmaria antes da tempestade.

Eu pensei na expressão “A calmaria antes da tempestade” enquanto falava sobre a entrevista com um jovem tailandês que vive como cantor na Coreia. Do lado de fora dessa sala branca e silenciosa, onde o som da nossa respiração quase pode ser ouvida, um grande número de fãs estão esperando pela aparição do membro do GOT7, BamBam – Kunpimook Bhuwakul, para o Cola BamBam One Man Show. A atmosfera de felicidade, antecipação, e contentamento transborda e se misturam em frente ao palco. A corrente de amor foi se formando com horas de antecedência e vai se tornar muito mais alta quando o ídolo chegar.

Quanto a mim, eu estou na sala verde com poucas perguntas, poucos minutos para ter uma conversa exclusiva com ele, e a ansiedade toma conta de mim como se eu estivesse prestes a fazer uma prova.

Quando um impetuoso rapaz de cabelos vermelhos se sentou e me lançou um sorriso, ficou claro para mim.

Ali. Lá vem a tempestade.

interview-talk-bambam-5.jpg

APRENDENDO O QUE É A VIDA REAL.

O gráfico da vida de Bambam é diferente do que estamos acostumados. Enquanto outros estão no ginásio, Kunpimook , com seus 13 anos, deixou a Tailândia para ser um trainee na Coreia. Ele aprendeu idiomas, canto, dança e praticou suas habilidades de vida fora da sala de aula até ele debutar como um dos sete membros do GOT7 em 2014. Há um preço que se paga por começar a trabalhar com pouca idade. A infância é substituída por status, fama e fortuna, algo que muitos sonham.

“Existem (algumas) coisas das quais eu me arrependo e (algumas) coisas das quais eu penso que foi melhor dessa forma. O que eu me arrependo é de não ter vivido a infância. Eu não tenho amigos próximos na Tailândia. Esse período de tempo onde se faz amigos na escolar e depois ingressamos na universidade juntos foi quando eu estava em treinamento na Coreia. Contudo, foi bom começar a trabalhar quando ainda novo. Você ainda pode mudar se aquilo não for o ideal para você. Talvez tenha um pouco de desperdício, mas se tem muito tempo para tomar decisões.”

“A melhor coisa que me aconteceu após debutar foi fazer com que minha família viva melhor. Antes de debutar, minha casa era bem pequena. O telhado de zinco vazava sempre que chovia. Ser capaz de mudar o ambiente em que vivi e a casa é a melhor coisa.”

Bambam completou 20 anos neste ano e está entrando na fase adulta de acordo com o sistema internacional de idade. Ao mesmo tempo, a popularidade de GOT7 está constantemente crescendo. Suas músicas ganharam o primeiro lugar e eles receberam muitos prêmios de fim de ano. Com isso, o grupo recentemente voltou de uma tour por quatro regiões sendo Nakhon Ratchasima, Chiangmai, Bangkok, and Phuket. Eles são o primeiro grupo coreano a se apresentar pela Tailândia. O único membro tailandês trabalha com mais frequência no seu país natal e, às vezes, tem atividades solo como desta vez. Desde o dia em que debutou até hoje, é evidente que o rapaz cresceu física e mentalmente.

“Eu não tenho certeza se já sou um adulto ou não. Mas é certo que eu amadureci. Eu estou começando a aprender o que é a vida real. Penso que pude aprender antes dos outros com a mesma idade. A maioria estaria iniciando o segundo ano na universidade e não estaria lidando com a verdadeira sociedade ainda. Eu não tenho uma vida social na escola, mas eu tenho a possibilidade de conhecer muitas pessoas. Eu consigo aprender a me preparar para o futuro, o que fazer para me levar de onde estou agora até onde quero estar.”

interview-talk-bambam-2

interview-talk-bambam-4

APRENDENDO FORA DO LIVRO

Cantar, fazer rap, dançar, coreano e inglês – isso pode estar nas salas de prática da JYP, mas experiência de trabalho não pode ser ensinada. A vida sob os holofotes ensina ao Kunpimook a crescer extraordinariamente.

“Posso não ter aprendido pelos livros, mas eu aprendi muito fora deles – seja convivendo com as pessoas ou conduzindo a mim mesmo. Eu posso ser jovem, mas eu não passo o tempo vivendo minha vida como um jovem. Comecei a aprender como me comportar em inúmeras situações; o que fazer quando encontro um superior – quais são minhas responsabilidades e o no que eu preciso ser cuidadoso; quando preciso ter um tempo sozinho; como preciso passar meu tempo livre.”

“Esse tipo de indústria é altamente competitiva, não é fácil sobreviver nela. Quando eu era mais novo, eu apenas fazia o que me pediam. Agora, se eu tenho uma ideia diferente, eu vou tentar fazer aquilo que acredito. Algumas vezes funciona, outras não. Porém, quando aprendo com a vida, começo a ser capaz de ler o jogo e saber como jogar. Digamos que tenha um cronograma para um programa, alguém que não tem noção, não estará preparado e não saberá sobre o que é o programa, nem como se preparar. Não saberá o que dizer, e o que o público quer deles. Eu não sou um profissional 100%, mas eu comecei a entender o que a maioria quer de mim, o que querem que eu diga, o que eles tem curiosidade no que se refere a mim. Então, eu direi aquilo que eles querem ouvir, mais do que gostariam que eu dissesse.

Portanto, quanto da verdade tem naquilo que vemos? – Eu imagino. Se as atitudes de um ídolo nas telas ou nos palcos são parte de um roteiro, no momento em que as expectativas das Ahgases e fãs forem grandes, a identidade de Kunpimook desaparecerá?

“Não, eu não estou fingindo ou mentindo. Se eu tenho algo que elas queiram saber, eu conto. Se não há nada, eu digo que não há nada. Não há pressão. Se as pessoas passarem a ver como eu sou, começarem a ver quem realmente sou, então vou dizer a verdade e não apenas aquilo que querem ouvir.

interview-talk-bambam-3

interview-talk-bambam-1

ÍDOLO VS. PESSOA COMUM

Muitos anos de trabalho permitiram que Bambam enxergasse seu objetivo. O jovem homem sabe que quer continuar nesse caminho, mas ídolos e celebridades são de carne e sangue como qualquer outra pessoa. Bambam foi sincero ao dizer que há dias em que ele deseja ser apenas um adolescente.

“Algumas vezes eu quero acabar com tudo e voltar a ser uma pessoa comum. Há dias em que eu penso que se eu fosse uma pessoa comum, eu não teria que passar por tais coisas. É muito difícil explicar meu sonho e colocá-lo na prática de forma simples; eu quero ser uma inspiração para as pessoas. Muitos dizem que querem ser como Bambam hyung/oppa. então eu quero ser um ícone. Não apenas para as crianças que querem trabalhar nessa indústria, mas por trabalhar aqui, eu tenho que sacrificar muitas coisas, sacrificar minha liberdade em troca de fazer o que gosto, sacrificar minha infância. Então eu quero ser uma inspiração em termos de trabalho, e sobre ser paciente/perseverante. Mas eu não me coloco como uma super estrela, ainda sou eu. Eu fico louco no palco, e quando volto para casa, eu vou ao mercado local. (risos)”

Os olhos do cantor profissional estão vívidos e cheios de sinceridade. Em poucos minutos, Bambam do GOT7 vai sair e espalhar alegria para aqueles que o amam. O garoto de cabelos vermelhos fez contato visual comigo antes de claramente dizer:

interview-talk-bambam-6.jpg

“Eu quero que as pessoas gostem do verdadeiro eu. Elas não precisam me ver como nada, apenas como Bambam é suficiente. Se não gostarem, tudo bem. É melhor do que precisar fingir para que as pessoas gostem de você. Eu não gosto desse tipo de coisa, sou uma pessoa tranquila e não sou dramático. Não sou bom em expressar tristeza. Se alguém me dissesse ‘Bambam, chore’, eu não conseguiria fazer nem uma gota cair, eu não consigo chorar, precisa ser algo muito triste para me fazer chorar.”

O som das fãs que esperam Bambam pode ser ouvido do lado de fora da sala. Nossa conversa terminou com um sorriso de Kunpimook. Ele se levantou, preparando-se para ficar responsável por abraçar a afeição das pessoas como um profissional faria. Mantive a curiosidade sobre quando o Bambam havia perdido suas lágrimas assim que saí – passando por centenas de pessoas aguardando por ele com felicidade e esperança.

É hora da tempestade explodir.

interview-talk-bambam-10.jpg

 

Fonte: Ahgawings
Tradução:
Defgirl
Revisão: Jacke
Não reproduzir sem os devidos créditos!

 

Entrevistas

[ENTREVISTA] Mark para a Dazed Korea Edição de Maio 2017



É seu primeiro photoshoot solo.

Eu me sinto muito feliz. Sempre quis fazer um e hoje meu desejo finalmente se realizou.

Você foi para a Nova Zelândia para filmar Laws Of The Jungle. Já que você sempre teve uma mania por esportes extremos, parece que você se adaptaria bem à selva.

É completamente diferente dos esportes. É definitivamente mais difícil do que eu pensava.

Como foi visitar um lugar que é desligado da civilização?

Primeiramente, há muitas coisas pra se fazer na selva. Você nem pensa no seu celular ou em internet. Durante o dia, você fica procurando por comida e construindo sua casa; havia muitas coisas para fazer então nós estávamos sempre ocupados.

Você acha que seria capaz de morar nesse tipo de lugar?

Honestamente, acho que não consigo. Eu quero voltar mas acho que morar lá seria difícil (risadas)

Qual foi a primeira coisa que você quis fazer quando voltou para Seul?

Eu realmente queria comer kimchi jjigae e tteokbokki.

Você é praticamente um coreano agora.

Eu gosto de kimchi, independentemente se é em conserva ou fresco. Ultimamente eu estive viciado em kimchi de rabanete.

Nascido em LA, você morou em vários países como Paraguai, Brasil e agora Coreia. Parece que há prós e contras nisso.

Há definitivamente mais prós. Em um mês, nós visitamos inúmeros países devido às nossas apresentações; desse jeito você tem acesso à varias culturas e é divertido.

Há momentos em que você sente falta da sua família em LA?

Durante nosso fan meeting em Janeiro, nós fomos para os Estados Unidos e eu encontrei meus pais. Quase todo dia eu ligo por videoconferência para os membros da minha família e vejo eles então não parece que eles estão tão longe de mim.

Seu pai posta fotos de você durante a infância de tempos em tempos. Os fãs realmente gostam disso.

Ele não me fala nada e só posta elas, então há vezes em que eu fico frustrado mas desde que os fãs gostem, eu gosto também.

Ultimamente a popularidade do GOT7 está aumentando. Vocês receberam uma boa resposta pelo mini álbum FLIGHT LOG : ARRIVAL; comparando o debut e agora, há alguma mudança interna ou externa?

Não há grandes mudanças mas ultimamente quando nós vamos para os fan meetings, nós vemos muitos rostos novos. Sinto que agora de pouco a pouco nós estamos ganhando fãs. Eu estou feliz.

É porque muitas coisas boas estão acontecendo; os fãs disseram que Mark começou a falar mais e se tornou mais brilhante.

Embora eu fosse do tipo que não me expressava muito, quando nós debutamos, eu ainda era desajeitado em coreano então quando nós dávamos entrevista, eu não falava muito. Nos dias de hoje, eu me esforço para falar mais e também expressar ativamente minha afeição pelos membros. Acho que eu eu fiquei um pouco mais confortável (com isso)

Vocês terão uma turnê no Japão em Junho. Parece que será especial, como você se sente?

Anteriormente, nós ficamos no palco para a abertura do show dos hyungs do 2PM e eu pensei quando nós seríamos capazes de ficar nesse tipo de palco para as nossas próprias apresentações e agora, finalmente, nós somos capazes de fazer shows nesse palco. Eu estou muito agradecido, realmente feliz e sou muito grato.

Parabéns. Você também está ativamente escrevendo e compondo músicas. Como você trabalha nas músicas?

Eu trabalho na maioria das vezes com o YuGyeom que é o vocal do grupo e com um hyung compositor. Junto com o compositor, YuGyeom e eu decidimos ou o gênero da música ou o sentimento, então YuGyeom e eu trabalhamos na melodia, letra e no rap juntos. Quando nós falamos sobre amor, há muitos exemplos quando nós pensamos nos fãs e escrevemos sobre eles.

Quais são algumas das músicas que você tem gostado ultimamente?

Eu gosto de músicas do Chris Brown, Drake, A$AP Rocky e Tyga, mas ultimamente, de repente eu tenho estado viciado em músicas em inglês de boybands dos anos 90 como *NSYNC e Backstreet Boys então eu procuro por elas e escuto.

Se você tivesse que promover em uma unit, com qual membro você gostaria de fazer isso?

Essa pergunta é difícil. Eu quero fazer isso ou com JaeBum ou com JinYoung. Com JaeBum, eu sinto que o vocal dele combina bem com o meu e com JinYoung, porque ele tem uma imagem parecida com a minha.

Você é popular por ser membro de um grupo idol que tem um ótimo estilo casual. Você tem muito interesse em moda e seu estilo é ótimo também, em que você mais presta atenção quando está vestindo suas roupas?

Roupas confortáveis são as melhores. Já que eu tenho que viajar muito de avião, eu evito aquelas que são suaves mas que são desconfortáveis para se mover. Minha maior preocupação ultimamente seria estar confortável e ainda parecer estiloso.

A marca da moda que você mais gosta?

Ultimamente eu tenho gostado da Vetements. Está na moda e há muitos oversized fit (aquelas peças que ficam compridas, largas/folgadas) então é confortável.

Agora você tem 25 anos (na idade coreana). Há algum momento em que você de repente pensa “Ah, eu sou um adulto agora”?

Para dizer que eu sou um adulto, eu ainda tenho muito para aprender. Às vezes quando eu me vejo passando pelas agendas cheias, eu penso “Ah eu acho que eu sou um pouco adulto.”

Por último, que tipo de artista você gostaria de ser?

Por exemplo, como Kanye West ou A$AP Rocky, enquanto faço o tipo de música que eu gosto de fazer, eu quero ser um um artista icônico que muitas pessoas possam se identificar e ser reconhecido por isso.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Kor/eng trans: haetbitmark

Eng/pt-br trans: ~Mi

Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas, Filme, Noticias

Jinyoung do GOT7 fala sobre atuação em seu primeiro filme, Nun bal

Sempre é feita a mesma pergunta aos ídolos que se tornam atores: “Você prefere atuar ou se apresentar no palco?” Para Jinyoung do GOT7, a resposta é sempre “Ambos!”

O ídolo vai assumir seu primeiro papel em um filme na obra cinematográfica, A Stray Goat. Ele já provou seu status como ator em vários dramas como MBC’s When a Man Loves da MBC (2013), My Love Eun Dong da JTBC (2015) e The Legend of the Blue Sea da SBS (2016). Sua carreira de ator começou na KBS 2TV com Dream high 2 (2012), que foi antes de sua estréia como membro do GOT7.

got7-jinyoung-3

Durante uma entrevista com a Herald Pop, Jinyoung disse: “Eu era um trainee na JYP Entertainment e fiz a minha estréia como ator através de Dream high 2. Eu não tinha nenhuma experiência prévia como ator, e eu nunca imaginei que eu estaria aparecendo em um drama. Foi muito chocante. Foi quando eu comecei a pensar: Atuar é uma carreira apaixonante”.

Foi quando GOT7 teve um intervalo de um ano que Jinyoung começou a definir seu sonho de se tornar um ator em filmes. Ele disse: “Eu assisti a filmes sozinho, estudei atuação e tive aulas de teatro.” Ele acrescentou que seu próximo filme significa muito para ele, não apenas porque é o seu primeiro papel principal em um filme. Ele diz que tem muito em comum com seu personagem, Min Sik.

Jinyoung disse: “Basicamente, eu tinha que participar de uma vida social de quando eu era um trainee. Lembro-me de conhecer pessoas pela primeira vez e dar-lhes um sorriso estranho. Min Sik me lembra de mim mesmo quando eu comecei como um trainee na JYP Entertainment. Além disso, tive que me transferir de escola de Jinhae para Seul (assim como Min Sik teve que transferir de escola). Mesmo agora, vou falar em um dialeto quando estou com pressa.”

A Stray Goat é na verdade set da mesma província de onde Jinyoung é. Esta teria sido uma grande oportunidade para ele mostrar o dialeto da sua cidade natal. No entanto, porque Min Sik é um estudante que se transfere lá de Suwon, Jinyoung acabou sendo o único ator no set que não falava em um dialeto. Ele riu e disse: “Eu tive que me esforçar para não usar um dialeto. Era difícil ser a única pessoa que tinha que fazer isso. Era como quando me mudei para Seul.”

got7-jinyoung-21

Jinyoung teve de fazer malabarismo com o filme e fazer atividades promocionais do GOT7 ao mesmo tempo. Deve ter sido agitado tentando fazer os dois ao mesmo tempo. Mas ele tinha uma visão positiva sobre a sua situação, como ele disse: “É uma honra ser capaz de fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Estou feliz por poder cantar e atuar. Eu estou muito agradecido.”

Ele concluiu: “Isso pode soar estranho, mas nada dura para sempre. Quero fazer o máximo que puder quando me der a oportunidade. Mais tarde, talvez eu não tenha a chance de fazer as coisas mesmo que eu queira fazê-las. Meu corpo pode não ser capaz de acompanhar (com meu entusiasmo). É como quando as pessoas dizem: “Você deve continuar a remar quando estiver na água.” Os membros do GOT7 dizem muito uns aos outros. Tentamos ser gratos por tudo, mesmo pelas pequenas coisas.”

got7-jinyoung

Fonte: Soompi
Tradução: Gy
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

[TRADUÇÃO] Allure Julho 2016, JB & Yugyeom | As Duas Faces

160620-allure-02_zpsy4vzjcku

Um grupo especializado em coreografias de artes marciais. Algo que sempre acompanha as introduções feitas pelo GOT7, cujo grupo faz 2 anos de debute. Isso é realmente tudo? No palco, mais do que rolar e pular o GOT7 canta, corre no ritmo e encaixa uma apresentação maravilhosa de atuação. Há duas pessoas no centro das apresentações do grupo: A equipe do líder JB (Jaebeom/Jaebum) junto com os membros da hyung line e a equipe do Maknae Yugyeom, que completou 20 anos. Eles querem mostrar as várias mudanças de temperatura que o GOT7 possui: Yugyeomie que não para de sorrir e que te cumprimenta toda vez que fizer contato visual com ele, e JB cujo os olhos são bonitos (frios), mas quando ele sorri, surpreende ao ponto de desarmar seu oponente. A diferença de como eles agem na frente da câmera, os dois fazem piadas do mesmo jeito quando a oportunidade surge e dançam juntos sem timidez. Já se passaram 5 anos desde que eram trainees juntos, essas duas pessoas que estavam juntas quando eles ganharam o primeiro troféu em um programa de TV, juntos assim como eles iniciam a primeira turnê mundial, que tipo de relacionamento existe entre eles? O encontro do líder e do maknae. Essa é a primeira vez que ambos estão fazendo um ensaio fotográfico juntos, não é estranho? Durante as filmagens, como piada nós gostamos de dizer “Nós dois temos o relacionamento mais estranho um com o outro”, mas não é totalmente assim. Todos no nosso grupo são próximos. Se sentir estranho um com o outro ou não ter um bom relacionamento, nós passamos por essa fase no passado.

P. “Passamos por essa fase no passado” significa?
YG: No passado, nós sete brigávamos uns com os outros. Não importa como visse, era certeza. (Que algo assim aconteceria).
JB: Antes de debutarmos como GOT7, durante nossos anos de trainee, havia uma linha clara entre os hyungs e os dongsaengs e isso se tornou um problema.

P. Maknae Yugyeom-ssi, parece que você concorda completamente?
YG: Jaebeom-hyung realmente mudou muito. As pessoas comumente possuem suas próprias experiências (de vida), a do hyung inclui o relacionamento com o pai dele, então há uma ordem e limite (para se relacionar). O hyung se esforçou bastante para nos adequar, passando o tempo (conosco) como amigos. Ele também tem aceitado bastante as brincadeiras.

P. Parece que você é grato ao hyung por ele ter se empenhado em mudar a si mesmo.
YG: Sim. Obrigado, hyung.
JB: Agora ele é grato, me trata de forma descuidada.

P. Se eu tivesse de perguntar o que vocês tiveram fazendo ultimamente, não poderíamos esquecer de falar dos concertos. Parabéns por iniciarem a turnê mundial. Como se sentem?
YG: Feliz. De verdade.
JB: inicialmente era uma turnê em torno da China, Japão, Tailândia e etc, mas, adicionamos shows nos Estados Unidos, então a turnê se tornou longa. Por causa do meu machucado nas costas, eu tive de descansar e descansei, eu tornei grato por (existir) meras performances e palcos, comecei a sentir um pouco de falta. Não fazer isso (se apresentar) e não ser capaz de fazer isso são coisas bem diferentes.

P. Você ficou nervoso?
JB: Subir no palco não me deixa nervoso. Em contrapartida, fico nervoso quando temos que falar durante os shows.

P. Acontece por causa da barreira linguística? Mas o GOT7 é composto de membros com várias nacionalidades.
JB: Sim. Jackson (China), Mark (EUA) e Bambam (Tailândia) são, porém, com sinceridade quando vamos ao Japão não há nenhum membro fluente em japonês. Além disso, há momentos que eu tenho que falar de qualquer jeito. Eu gostaria de falar de forma séria, mas, me preocupo se não deveria soar engraçado.

P. A turnê mundial começou em maio. Nos concertos coreanos, por conta de seu machucado, JB não foi capaz de participar e estar junto ao palco. Em Tokyo você conseguiu estar no palco, presumo que deve ter ficado emocionado.
YG: Por causa do machucado do hyung, ele não foi capaz de dançar 100%. Contudo, nós 7 nos ajustamos ao ritmo e nos tornamos capazes de subirmos ao palco juntos, o trouxe muito mais sentimentos à tona. Gosto do fato de termos sido capazes de ficarmos juntos.

P. Ainda assim, houve algum arrependimento, não é?
JB: Não importa como você veja isso, foi um choque para mim. Foi o nosso primeiro concerto, poucos dias antes dele eu me machuquei durante os ensaios. Não foi grave como era a preocupação das pessoas. Por isso não foi o fim e acho que isso foi uma oportunidade de cuidar do meu corpo. Ah. O momento em que me senti mais estranho foi quando os membros cantaram uma música que eu fiz, Everyday, com o refrão cantada por todos. Eu estava sentado nos bastidores na sala de espera, ouvindo a música. A minha parte veio também, todos os membros estavam no palco e eu ficando nos bastidores, foi esquisito. Mais do que triste ou depressivo, foi realmente estranho.

P. Yugyeom-ssi, você não está chorando nesse momento, não é?
YG: Não! Não! Não estou chorando.
JB: Se não subimos todos no palco, deve haver pessoas que não se animarão, então eu participei em ambos os dois dias de acordo com a agenda. Mesmo sem mim, a apresentação do GOT7 é divertida, então falei a todos para aproveitarem a apresentar por si mesmos.

P. Seja em shows ou na TV, as apresentações que vocês mostram são extremamente limitadas. O que vocês querem mostrar no concerto?
JB: Apesar da apresentação ainda ser uma performance, seria ótimo se as pessoas vissem como nós temos nos desenvolvido musicalmente. Um show que a pessoas vão tendo uma demonstração do GOT7, “Podemos assistir?”, podemos aproveitar. Sou alguém que dá conselhos para mim a cada opinião musical, se há algo tipo “Ah… Isso é bem expressivo dessa maneira. É ótimo.” Eu ficaria muito feliz.
YG: Primeiramente, nós deveríamos continuar mostrando o que constantemente desenvolvemos. Eu gostaria que cada um dos membros se tornassem notáveis em diferentes áreas e ficássemos juntos, nós subiríamos um degrau de cada vez como um grupo. Embora já tenhamos alguns membros em programas de variedades, se as pessoas quiserem descobrir mais sobre as qualidades de cada integrante, eu me sentiria ótimo.

P. Já são dois anos e meio desde o debut. Vocês descobriram partes de vocês mesmo que não conheciam desde o debut ou de apresentações anteriores que vocês não sabiam sobre? Em relação aos seus interesses, pode ser que tenha mudado algum em alguma coisa.
JB: Eu costumava gostar somente de dançar. Com o passar do tempo, fui ganhando interesse em cantar e em frequentar aulas de canto. Eu quis fazer minhas próprias música e cantá-las pessoalmente, contudo, ultimamente, tirando coreografia e apresentação, eu tenho vivido por enquanto esquecendo da dança que eu usava para diversão. É o sentimento de estar desconsiderando algo que eu costumava gostar desde que era pequeno e tinha aulas (de dança), sendo b-boy ou qualquer coisa que eu goste, quero mais uma vez transformar isso em parte da minha rotina.

P. Gostaria de saber se você teria medo de usar o seu corpo depois de se machucar, mas não parece isso nesse caso. É um alívio.
JB: Apesar de pensar que eu deveria ser mais cuidadoso, eu não estou com medo de me machucar. As coisas que costumava fazer eram com a equipe dos hyungs quando era b-boying, é por isso que adoro dançar. – Estou tentando lembrar deles um pouco mais.

P. Assim como JB, Yugyeom é um dos membros que dançam muito bem.
YG: Eu era de uma casa de hip-hop. Eu me apresentava com um grupo de dança e o modo como dançávamos era também similar ao de Jaebeom-hyung. Sinceramente, era só comer e dançar. Quando eu era trainee não pude sentir a diversão e somente depois do debut eu criei interesse em cantar. Ao passo que você vai melhorando, vai ficando mais divertido. Minha vantagem é ser suave mesmo homens me encaram.

P. Vocês já fizeram 5 mini-álbuns e 2 álbuns completos, toda vez que vocês vão promover uma música, há estilos diferentes e uma temperatura diferente um pouco nela. Qual a música que mais combina com vocês?
JB: Músicas de menor escala como If You Do e Stop Stop It são mais simples, porém, quando estamos promovendo, as músicas que recebem boas críticas são aquelas mais alegres, a resposta à Just Right também foi boa.
YG: Para mim também são as músicas mais cômodas, igualmente a resposta do Hyung. Porém, a música que os fãs parecem gostar de forma especial é da nossa última promoção, Home Run, uma música que o Hyung escreveu pessoalmente, é alegre e no palco há vários momentos onde sorríamos. Quando faço algo mais suave, eu me esforçopara parecer mais legal, mas parece que os fãs preferem que eu sorria e seja animado.

P. Como vocês tem certeza que a resposta dos fãs é boa? Recentemente há muitos canais dos fãs para comprovar a opinião deles, não é?
YG: V app! V app é muito fascinante. Para alguns vídeos há legendas em inglês que saem na hora, como é possível?
JB: Wha! Como pode isso acontecer? Pode ser algo traduzido?

P. Desse jeito vocês podem obter uma avaliação dos fãs imediatamente – além disso, como vocês se sentem?
YG: Para os fãs não importa o que façamos, eles nos olham de forma agradável e estão sempre preparados para nos deixar felizes, mas há apresentações e performances que são lamentáveis (poderiam ser melhores). Quando é algo importante, às vezes, vejo os comentários dos fãs como “Que tal colocar sua franja para cima?” E quando vejo isso, mesmo não sendo imediatamente, penso “Devo fazer isso alguma vez?”
JB: No passado eu costumava ler muitos comentários, mas há também os que incluem seus próprios gostos pessoais, por isso, (agora) eu não dou mais tanta atenção a eles como no passado. Se eu canto uma música e 90% dos comentários dizem que foi ruim, então eu reflito, escutarei o que fiz de errado e o consertarei. Porém, se os comentários são diversificados, acho que minha própria análise é mais importante. Ah, apenas uma coisa! Eu dou muita atenção ao meu tom (de falar), não sei o motivo por ter crescido assim, meu tom é muito frio. Estou me esforçando para corrigir isso.

P. Eu não acho que seu tom seja completamente frio, palavras frias podem surgir quando você está expressando coisas boas. Há o “quente” e o “frio”, não é? Desses dois, se você pudesse escolher, que tipo de homem você acha que é?
JB: Não acho que eu seja qualquer um deles. Provavelmente no meio?

P. Yugyeom, o que você acha?
YG: Mesmo assim, Jaebeom-hyung é legal. Até na sua aparência ele é assim, mesmo no palco, há algo que somente o hyung emite, é muito legal.
JB: Também falarei algo! Do meu ponto de vista, Yugyeom está indo do “quente” ao “agradável”. Agora que ele tem 20 anos, ele vai experimentar coisas que não poderia nos seus 10. Por isso, Yugyeom também está se tornando um homem bonito pouco a pouco, até mesmo o seu rosto está se tornando mais fino.

P. Vocês passam muito tempo da vida de vocês juntos. Juntamente com o grupo, aparentemente há funções como líder, maknae, vocal e dançarino: entre vocês parece haver outros papéis.
YG: Eu sou encarregado de “bem, eu acho que isso poderia acontecer”. Hyung, você sabe o que eu quis dizer, não ė?

P. Haha. “Bem, eu acho que isso poderia ocorrer.” O que seria? Esse é o estilo de discurso do Yugyeom?
JB: Há momentos em que a opinião dos membros está dividida. Por exemplo, quando estamos decidindo a ordem de ensaio, se a vez colide com a de outra pessoa, eu irei sugerir que nós decidamos através de pedra, papel e tesoura, ao lado Yugyeom irá completar e dizer “Bem, eu acho que isso poderia acontecer.”, deixando a situação ambígua. Quando os outros membros escutam, eles irão dizer “Sim, Yugyeomie, poderia ser desse jeito também.” E irão aceitar isso.
YG: Me ponho no lugar do Hyung e não sou mais assim.
JB: Na verdade Yugyeomie está/é se tornando nosso cantor dançarino. Chama-lo de “cantor dançarino” é uma expressão um pouco cafona, mas Yugyeomie gosta realmente de dançar. Mesmo ele encarregado da dança, ele também é muito bom cantando.

P. Você está dizendo que ele é bom em tudo?
YG: Obrigado, hyung! Ainda assim, mesmo o hyung tendo começado com a dança, ele é bom em tudo.

P. A atmosfera do grupo é sempre calorosa assim?
JB: Não falamos coisas ruins uns dos outros.
YG: Ao meu ver, o hyung é responsável pelo espírito de equipe. Ele gosta de fazer músicas e quando as escuto, há vários pontos positivos.

P. Musicalmente parece que vocês dois possuem vários pontos em comum. Ambos começaram na dança também.
YG: Hum… Ainda assim somos diferentes.
JB: Nós dois gostamos de R&B, mas eu também gosto de ritmos que não dá para dançar, já o Yugyeom prefere uma batida que ele possa dançar da mesma forma.

P. Ambos ficaram surpresos com alguma coisa que vocês nunca imaginaram fazer antes, mas, agora precisam fazer como parte das promoções sendo idol?
JB: Eu pensei que debutando seria um idol, apenas cantar e dançar seria suficiente. Porém, há um lado onde você tem de cantar e dançar para ser feito de forma profissional, há inclusive muitas coisas que você tem de controlar completamente. Embora dançando a mesma dança, se nossas condições não estivessem boas, estaria tudo bem se descansássemos. Agora, porém, seja nossas agendas ou nossos corpos, nós temos que nos cuidar mais. Eu meio que esperei por isso, mas aumentou!
YG: Eu não sabia que tínhamos que nos preparar previamente para uma apresentação ao vivo, não só os cantores, mas os staffs também, até mesmo nas estações de transmissão. Apenas para um show, temos que nos esforçar bastante, é fascinante.

P. Qual o horário foi o mais cedo que vocês tiveram que gravar?
YG: 4 da manhã.
JB: Se isso acontece, nós abdicamos do nosso sono para aquela noite.

P. Temos conversado muito apenas sobre trabalho. Por último, o que você faz em seu tempo livre?

JB: Eu trabalho (nas músicas).

P. Essa é uma resposta muito tediosa! Então eu perguntarei: No seu tempo livre, o que você costuma fazer?

JB: Mas é a verdade. Há pouco tempo fomos ao Canadá e logo em seguida tivemos que ir para o Japão, assim que chegamos na Coreia, eu fui direto para o estúdio de gravação, me encontrei com os hyungs do grupo de dança e dancei também. Ah… na sala de ensaio nós ouvimos músicas e brincamos.

P. O hyung é sempre rápido em ir sozinho para o ambiente de trabalho. Como um dongsaeng, você não se sente incomodado?

YG: Absolutamente não. Eu sei como me cuidar e me divertir corretamente. Eu ensaio, eu trabalho (nas músicas) também e me encontro com meus amigos para beber, já que agora eu posso (consumir bebidas alcoólicas).

P. Bebidas! Qual membro do GOT7 é o melhor em segurar sua bebida?

JB: Eu não sei. Primeiro, eu não gosto de ficar com dor de cabeça no dia seguinte, então eu só bebo quando estou de bom humor. Haverá um dia em que me embebedarei.

YG: Observando isso, nós nunca tivemos uma pausa onde disséssemos “Vamos todos hoje”. Sinceramente eu gostaria de saber: quem bebe melhor?

Clique nas imagens para uma melhor visualização.

KR – ENG: haetbitmark
ENG – PT: L.S

Não reproduzir sem os devidos créditos.

Entrevistas

JELLY – Edição de Janeiro

Cx7zE0wWgAATlLq.jpg

Mark e JB

cx7z1xuwqauhmjv

⭐️ Qual é o mais recente episódio engraçado que vocês tiveram juntos?

Mark: Graças a jackson todo mundo está sempre rindo.

JB: Nós aparecemos recentemente no TV Hangul Lesson na NHK, teve um momento engraçado em uma das gravações que vai ao ar por volta do Natal, você realmente precisa assistir isso.

Mark: Os detalhes do que aconteceu é um segredo, então por favor assista o programa. (risadas)

Continue lendo “JELLY – Edição de Janeiro”

Entrevistas

JUNON Edição de Janeiro – Nossa “Primeira” Memória

15095457_969083539862206_2213451019486498055_n

Nossa “primeira” memória.

    7 garotos, que passaram seus dias de trainee e sonharam com o momento que poderiam debutar juntos, os 7 garotos que compartilharam as doces e também as amargas experiências lado a lado. E aqui estão eles, recordando as histórias desses encontros nostálgicos no passado. De alguma forma ver os meninos naqueles dias longínquos, agora todos cresceram, você pode sentir o quão tocante isso é.

Continue lendo “JUNON Edição de Janeiro – Nossa “Primeira” Memória”