Entrevistas

AME-ME MAIS – Nylon Dezembro de 2018 – GOT7 Mark

eaed58dda0d54ca5b6e9d4fd1ec53774.jpg

Mark entrou no estúdio sem fazer nenhum barulho. A equipe que naturalmente se juntaria com alguém popular estava desaparecida. Embora ele seja quieto, Mark é o tipo que se destaca, não importa onde esteja. Eu pensei “então é assim que alguém com aura de celebridade se parece”. Com seu corpo esbelto, parecia um sonho se aproximando de mim.

Mark era um jovem estudante que achava que brincar com os amigos era a coisa mais prazerosa. Ao invés de fazer planos definidos para a vida, ele pensou que fazer algo que gostava era a melhor e mais divertida coisa. O rapaz alegre, sem preocupações, mudou-se para a Coreia com a mentalidade “vamos experimentar”. Na Coreia, o garoto se transformou em um adulto e, embora ainda seja incerto a partir de agora, ele tem planos e metas. “Nos EUA, eu sempre fui comum. Então, achei que ser escolhido para a JYPE era uma boa oportunidade. Chegando à empresa, tem uma apresentação em forma de showcase em que os trainees performam. A sensação daquela época, eu gostei tanto que fiquei arrepiado.”

Ele disse que o Mark de hoje foi levado pelas emoções de então. Sempre que Mark ouve uma pergunta, como se tempo tivesse parado, ele ouve com atenção, em voz baixa, e diz “Um~” antes de começar a falar sobre os pensamentos que organizou. “Eu nunca cheguei a pensar no sucesso. Nós (GOT7) sempre pensamos que somos insuficientes, então sempre estamos, “vamos fazer mais”, “vamos tentar mais”. Com relação a metas, álbuns, popularidade, mesmo se nós considerarmos sobre eles, os critérios são sempre os fãs. Se os fãs não gostassem de nós, não conseguiríamos fazer a turnê mundial também.” Eu queria retomar a pergunta que fiz ao Mark maduro e sentimental sobre a definição global de sucesso, o Mark que parece ter uma visão filosófica do significado da vida. Para a vida dele e de seus membros, os fãs desempenham um enorme significado e papel e, por isso, estão sempre de olho nas reações dos fãs e seus olhos estão sempre voltados para eles. Sempre que as perguntas são sobre os fãs e metas, ele sempre diz que é uma pergunta difícil. “Você não diria que chegamos praticamente na metade de nossas metas? Além de querer que GOT7 siga muito bem, eu realmente não tenho outro grande desejo. Quero continuar como GOT7. Às vezes penso que quando alcançarmos tudo isso (como GOT7), se surge uma oportunidade, como seria permanecer como Mark?”

Nós não poderíamos deixar de falar sobre os membros do GOT7 viajando por 17 cidades do mundo e se apresentando em sua turnê mundial, já que conhecer os fãs é a maior bênção para eles. “Desde que fomos a alguns países pela primeira vez, definitivamente parecia uma turnê mundial. Para nós, não importa em que palco subimos, ou em que local estamos, é o mesmo. Mas já que as reações dos fãs diferem, pareceu tudo novo ao longo da turnê. As reações dos fãs diferem um pouco em cada país. Especialmente os fãs em Paris, foi além do esperado, é chocante. Sendo pessoas de um país que ama futebol, até mesmo seus aplausos eram intensos. Eles pisaram forte com  dois pés como se estivessem aplaudindo e até mesmo nós estávamos surpresos, ficamos maravilhados com aquilo. Assim como os fãs do nosso país cantam junto, os fãs que pisam forte em Paris têm suas características ”.

O dia de Mark e do GOT7 é preenchido principalmente por pensar em seus fãs. Seja em promoções na Coreia ou lançando um álbum, eles refletem sobre o que os fãs gostariam de ver e tomam decisões com base nisso. Já que eles são mais populares entre os fãs estrangeiros do que entre os fãs coreanos, eles têm uma forte consideração com os fãs coreanos, e com isso eles refletem sobre promoções e conceitos. Mesmo que as atividades individuais de cada membro aumentem, independentemente de como, elas querem atingir o grupo de maneira positiva. Mesmo se disséssemos que o tempo que Mark passa na Coreia é gasto principalmente com os fãs, não seria um exagero.

O papel de Mark é enorme na reunião de ideias dos membros e leva a uma decisão final. Seus apelidos, como “Firme Mark”, não são um exagero. “Sou do tipo que não hesita em tomar decisões. Como eu respondo “sim”, “não” imediatamente (nestas circunstâncias), os membros começaram a me chamar de Firme Mark. Eles disseram que concluo bem quando os membros dão opiniões, e que organizo as coisas bem. Eu realmente não sei. Só digo o que tem que ser dito.” Embora ele pareça quieto, como se pode ver em <Hard Carry  do GOT7>, ele se move continuamente ao ponto de ser difícil distinguir quem é quem. Mas, mesmo assim, Mark logo se muda para um lugar calmo e passa tempo lá. Aquele que diz que decidir sozinho, pensar sozinho e organizar seus pensamentos sozinho é mais confortável para ele, afirma que está começando a mostrar um pouco mais de si mesmo como ele pessoalmente faz músicas.

“Para o sentido de todo o álbum, começamos decidindo por uma palavra-chave (antes) da produção da música. Eu converso com o(s) compositor(es) e decido a direção que quero, pensando na história que quero contar na música que faço. Eu escrevi muito da minha história e experiências desta vez. É uma música que é capaz de me mostrar mais.” Faz cerca de um mês desde que eles concluíram as promoções de seu terceiro álbum, mas Mark e o GOT7 estiveram em turnê mundial e estão atualmente se preparando para o seu álbum japonês, assim como seu álbum repackage.  Mark, que passa seu tempo livre em jogos online de sobrevivência com seus amigos dos EUA, Mark, que gosta do Thor todo-poderoso que não parece se preocupar, Mark, que ainda assiste <101 Dálmatas> e <Toy Story>, não vacila longe das expectativas dos fãs e da visão de ser brilhante, gentil e bobão. “Eu no começo gostei muito do inverno. Não chove em Los Angeles, então quando nevou na Coreia, fiquei fascinado e realmente gostei, mas ultimamente tem sido um frio de outro mundo! É muito úmido e quente durante o verão também. Ah, mas ainda assim, outono não tem isso.” Tudo ou nada. Talvez porque a voz de Mark fosse firme, o outono lamentável que foi curto parece insignificante (agora).

 

 

 

Fonte: with Mark Tuan
Tradução: Jacke

Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

GOT7 reflete sobre a importância do álbum Present: You e avalia os solos uns dos outros

‘Esse álbum será uma ponte para o GOT7,’ o grupo diz sobre seu LP mais ambicioso e global.

Os minutos antes de um artista lançar seu novo álbum são preciosos, compreensivelmente são momentos de nervosismo, mas são negócios como de costume com o GOT7. Depois da banda finalizar sua primeira conferência de imprensa para apresentar o Present: YOU e suas faixas para a mídia local em um hotel no centro de Seul, o septeto se sentou para uma entrevista com a Billboard e Billboard Korea para se aprofundar nos temas do LP, o significado de gravar em várias línguas, suas avaliações sobre os solos uns dos outros e mais.

Mais cedo naquele dia, a banda falou com a imprensa local individualmente e como um grupo para apresentar seu último trabalho. Na primeira metade, Present: YOU é definido por faixas em grupo como o single metamorfo Lullaby, a confecção furtiva de house e glitch-pop Enough e os animadores e exuberantes drops EDM de I Am Me, todas sendo algumas das faixas mais ambiciosas e complexas do septeto até agora. Na segunda metade, pela primeira vez a banda incluiu músicas solos de cada membro permitindo que mostrassem seus estilos únicos. Da faixa pura e inspirada em R&B Sunrise do líder JB, do rap ousado e vicioso de Jackson em Made It, ao pop reflexivo de inclinação acústica My Youth do Jinyoung. Sem mencionar que Lullaby foi gravado em Coreano, Chinês, Inglês e, inesperadamente, em Espanhol, como um verdadeiro presente aos fãs, com o MV ganhando mais de 40 milhões de visualizações até o momento e a primeira entrada do GOT7 no Top 10 do chat YouTube Songs. Present: YOU também ficou em 1º na Coreia e ficou pela terceira semana no chart de World Albums da Billboard.

Tudo provavelmente contribui para o porque o GOT7 estava lidando com o lançamento do álbum com um senso de calma e confiança — como foi notado por esse repórter e pelo MC da coletiva de imprensa — enquanto eles aparentavam um senso de conquista por ter dado seu máximo por sua arte e por seus fãs. Jackson resumiu os sentimentos do grupo, “Para ser honesto, ao invés de ter hits de Nº1, troféus… em questão de resultados, isso é importante. Mas o mais importante é que esperamos que nossos fãs amem realmente esse álbum e aproveitem enquanto o escuta. O resultado significa muito, mas não é nisso que vamos finalmente terminar.”

BamBam também nota o trabalho árduo que foi feito para esse momento. “Sinto que esse álbum será uma ponte para o GOT7,” ele diz. “Chegamos tão longe, acabamos de encerrar nossa turnê mundial, e apenas trabalhamos duro. Tudo que fizemos foi para esse álbum, e pode nos levar ao próximo nível.”

Já que a banda gravou anteriormente um especial de comeback de 1 hora que iria ao ar na TV coreana nos próximos dias — contendo a primeira performance das suas novas músicas e também interpretações de singles anteriores como Look e Girls Girls Girls — as horas seguintes ao novo álbum não foram usadas correndo para um próximo evento, mas ao invés disso foi para momentos bem raros de ficar pelo hotel. Mark se acomoda em uma confortável cadeira no lounge com chocolate quente e chewy rice cakes (uma guloseima tradicional coreana para comemorar grandes eventos) feitos especialmente com a marca GOT7, além de conversar com seus managers antes de seguir para o próximo compromisso mais tarde naquela noite.

Inegavelmente havia um senso de satisfação durante o dia, que só vem sabendo que colocaram seu máximo no trabalho. “Nesse ponto, nesse momento, estamos indo bem,” Jackson disse, antes de explicar mais sobre o significado por trás da sua faixa solo Made It. O motivo pelo qual eu disse ‘Nós conseguimos’ e ‘Eu consegui’ é porque não há comparação com mais ninguém — o maior oponente somos nós mesmos. Estamos vivendo nossas vidas, estamos com nossos fãs, estamos fazendo nossos shows, tudo é sobre nós e nosso fandom. Qualquer coisa fora isso não importa realmente.”

Essa mesma energia continuou durante as promoções do Present: YOU, durante a qual a banda conseguiu várias vezes o primeiro lugar nos programas de músicas populares na Coreia e puderam promover sua nova música para fãs na Coreia e na Tailândia; neste último país tiveram um lugar nas apresentações na inauguração da KCON Thailand. Enquanto essa era teve por fora todos os marcos de uma promoção de sucesso, a parte mais importante pode ter sido o aprofundamento da conexão com os fãs. Um dos últimos momentos das promoções foi, apropriadamente, um íntimo fansing.

Enquanto a banda dá dicas de novos projetos e turnês para a Billboard — alguns vindo mais  cedo que o esperado — os presentes para o GOT7 e seus fãs não parecem estar acabando tão cedo.

 

 

 

Fonte: Billboard
Tradução: May

Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

Mark | Tuan Yi En | Felino – Ídolo com grande força mental [JStyle, Set 18]

DoGZslVVsAA3TN7

Desembarcou em Pequim na tarde de 15 de agosto e retornou na noite de 18 de agosto. As primeiras atividades solo da China de Tuan Yi En foram concluídas com sucesso. Filmagem de entrevistas, ensaios fotográficos de rua, criação de conta no Weibo e dizendo oi para os fãs, aparecendo em um evento comercial; Em um curto tempo de 4 dias, Tuan Yi En trouxe muitas surpresas para os fãs na China. Em 17 de setembro, o GOT7 retornou com um novo álbum, Present: You, e anunciou que eles apareceriam no programa de variedades Idol Room. Os fãs estavam muito ansiosos. Quando perguntamos se Tuan Yi En iria promover na China a longo prazo, ele apenas sorriu e disse: “Segredo! Haha~”

Nesta era em que ídolo é sempre um assunto quente, meninas idolatram jovens ídolos, e muitas pessoas não entendem o porquê disso. Isso também é verdade, apenas os fãs vão realmente entender, o garoto cujas asas ainda não estavam totalmente desenvolvidas foi para o exterior sozinho, e quanto suor demorou para ele se tornar uma pessoa melhor, passo a passo. Desconsiderando o quanto eles brilham como uma estrela no palco, é mais porque eles representam algum tipo de direção, força e crença. O processo de idolatrar alguém é geralmente assim: começa com a aparência, você se apega ao talento e se mantém fiel a personalidade.

Mark Tuan Yi En, o visual e rapper do grupo, um americano-chinês, por causa de sua aparência encantadora, ele tem o apelido de Fairy Tuan (Encantador Tuan). Ele é o mais velho do grupo, cuidando silenciosamente dos membros; um homem bem educado que não interrompe quando os outros estão falando; um cara bem-educado que toma a iniciativa de limpar e arrumar (as coisas), independentemente de onde ele está tendo sua refeição; um ótimo tio que adora suas sobrinhas; mais ainda, ele é um ídolo de qualidade que tenta atender os desejos dos fãs.

DoGYwXxVsAA4ggg

DoGYsgFUcAAdCQg

[Que tipo de pessoa pode ser um ídolo? Alguém que possui grande força mental.]

Enquanto esperávamos por Tuan Yi En para o ensaio, estávamos todos preocupados que o tempo concedido para as fotos fosse curto demais e não conseguiríamos o efeito desejado, mas ele nos deu muitas surpresas. Este jovem nasceu para sessões de fotos, ele estava elegante e bonito, com o cabelo meio partido encaracolado, sob o sol brilhante, estava cheio de aspecto de juventude. Além de ser imensamente fotogênico, ele também foi muito atencioso ouvindo as instruções do fotógrafo para pequenos ajustes, quase não perdeu tempo, ele foi sério e profissional como se estivesse no palco. A sessão de fotos dessa vez foi apenas um de seus compromissos, não sabíamos o quão agitado era sua próxima agenda, só sabíamos que ele foi capaz de deixar todo mundo satisfeito.

Responsável pelas artes marciais, “artes marciais extremas”, estas foram a profunda impressão que Tuan Yi En deu às pessoas nos primeiros dias como um membro do  GOT7. Quem sabia que em 2011, quando Tuan Yi En foi procurado pela agência de entretenimento no exterior, ele ainda era um estudante do ensino médio, e começou a aprender cantando, dançando, truques de artes marciais etc com absolutamente nenhuma preparação em tudo. Demorou 3 anos de treinamento, para transformá-lo em um jovem brilhante que cantava e dançava bem. Ele debutou como um membro do GOT7 em 2014, e cuidou de quase todas as acrobacias difíceis, cada vez que ele pulou bravamente  ganhou inúmeros elogios. Quando perguntado sobre que tipo de esporte ele gosta, sempre foram esportes radicais como salto de paraquedas.

DoGaTOFVAAU0iBiDoGaXcSUUAEbCmPDoGbMSPUYAAFj-y

Além de artes marciais, Tuan Yi En também demonstrou seu talento em escrever e compor músicas, ele gostava de hip-hop desde jovem e trabalhou duro aprendendo a ser um rapper quando começou como trainee. Após o debut, ele não só participou ativamente na produção do álbum com o grupo, como também participou da escrita dos raps. Agora que vai fazer  5 anos desde o debut, sempre insistiu em sua própria música, e ao mesmo tempo encontrou um estilo de música que se adequa ao GOT7. Tuan Yi En, que sabia cantar, fazer artes marciais e estava aos poucos mostrando seu senso de variedade, também estava ansioso para atuar. Como um ídolo, a performance no palco ocupava a maior parte de seu tempo, ele gostava disso enquanto se concentrava na dança no palco, e ao mesmo tempo, ele também via a dança como uma forma de relaxamento.

Na verdade, os ídolos “em geral” aos olhos dos fãs também não são perfeitos. Mas eles de fato possuem grande força mental, sempre se adiantando antes dos outros, deixando os outros saberem que é possível viver assim, e esta é a razão pela qual eles são idolatrados.

DoGbFzRUYAE5qYLDoGYm07U0AA9dHG

[Que animal você usaria para descrever a si mesmo? Gato.]

Se ele se descrevesse com um animal, Tuan Yi En seria um gato. Ele disse que, se estivesse perto de pessoas, não saberia que seria um pouco estranho, e depois que as conhecesse melhor, ficaria mais confortável. Esse garoto que não conseguia nem fazer uma apresentação na frente de seus amigos quando estava na escola, agora está cantando e dançando na frente de milhares e milhares de fãs, às vezes fazendo uma expressão fofa, suas habilidades no aegyo são perfeitas. Mas ele sentiu que, “Em particular, eu sou realmente muito quieto, nunca faço aegyo”.

DoGYqKCU0AA8nchDoGZoQWU0AAbZreDoGZqnzU0AANabW

Quando debutou pela primeira vez, Tuan Yi En era realmente muito quieto e não gostava de falar, em programas de variedades, muitas vezes ele assistia calmamente seus membros brincar e falar,e quando era abordado, sorria antes de responder, muito gentil e educado. Ele estava muitas vezes no centro de uma multidão, mas era alguém que não lutava por nada. Os fãs costumam dizer: “O Oppa precisa conversar mais, não fique tão quieto.” Tuan Yi En, muito lentamente, tornou-se mais alegre! Sua personalidade excessivamente quieta fez com que as pessoas que não o conheciam pensassem que ele era frio e difícil de se conviver, mas foi só porque esse tipo de gato não era bom em fazer amizade com estranhos. Neste ano, Tuan Yi En sentiu que a maior mudança em si mesmo foi que enquanto estava em turnê, ele também estava ficando mais maduro/habilidoso em fazer música. Essas mudanças ainda eram porque ele “quer retribuir os fãs com um eu melhor”. No que diz respeito às exigências e desejos dos fãs, ele iria cumpri-los.

Tuan Yi En “não briga por nada”, não foi porque ele não tinha desejos, mas porque ele era mais maduro do que as pessoas de sua idade, e frequentemente pensava mais do que agia. Ele era em grande parte um ídolo de “duas caras” parecido com um gato, do lado de fora era grandioso e quieto, e por dentro, era fofo, no meio havia uma grande força mental.

DoGaMDcU4AAxC7DDoGZu-1V4AAFqcb

JSTYLE: Em que circunstâncias você sentiria que está nas melhores condições?

Mark: Em primeiro lugar, como cantor, é quando estou no palco. Então, no meu dia a dia, é quando estou jogando com meus amigos.

JSTYLE: Ao fazer música, qual é o estilo que você mais quer tentar?

Mark: balada de ritmo lento.

JSTYLE: Além de sua carreira, com o que você gasta mais tempo?

Mark: Jogos …… quando tenho um intervalo posso jogar até 10 horas de uma só
vez, haha.

JSTYLE: Qual é o seu jogo favorito?

Mark: Fortnite. Ouvi dizer que também está disponível na China, é muito
divertido, haha!

JSTYLE: Qual presente de aniversário você mais quer receber?

Mark: Emm… qualquer coisa serve~

JSTYLE: Quantas vezes você malha na semana? Qual seu exercício favorito?

Mark: Se eu for para a academia, irei regularmente. Vou começar ir à academia
de novo! Eu gosto mais de snowboard.

JSTYLE: Compartilhe com os fãs um pouco de seu hábito?

Mark: Se eu tiver uma espinha no meu rosto, não vou esperar que ela se cure
naturalmente, vou apertá-la.

JSTYLE: Você percebeu que esteve nas principais pesquisas do Weibo algumas
vezes? O que você tem a dizer para os fãs?

Mark: Claro que sim. Realmente fiquei muito tocado. Eu estou pensando que quando tiver compromissos na China no futuro, devo fazê-los ainda mais de todo o coração.

DoGaQSKU4AA6vOk

 

Fonte: Ahgawings
Tradução: Jacke

Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

BamBam do GOT7 fala com o iHeartRadio sobre o seu famoso seguidor do Twitter, Justin Bieber

O GOT7 esteve em sua turnê de sucesso EYES ON YOU, mas eles também estão embarcando em uma grande turnê de mídia, aparecendo no iHeartRadio, PeopleTV, Fox5NY, J-14…

Em uma recente entrevista com o iHeartRadio, o grupo se reuniu com a apresentadora Ellie Lee para conversar sobre tudo, desde o que eles fariam se não fossem ídolos para a atual música coreana favorita.

No meio da entrevista, BamBam compartilhou que ele tinha realmente conseguido um seguidor no Twitter que o surpreendeu , o próprio Justin Bieber. Sua resposta foi sempre humilde: “Eu não sei. É tão aleatório. Acho que ele pressionou errado … Acho que é um erro.”

Talvez não seja um erro quando seus tweets são fofos:

550a8634-1abc-40ad-ac9c-1cfc56ef1695.png

O grupo também compartilhou que eles são muito calmos com o BamBam dizendo: “Nós somos os pacificadores. Nós trazemos paz para as pessoas com a nossa música. Nós trazemos paz ao K-Pop.” Para ouvir mais sobre sua vibração pacífica, confira a entrevista completa acima!

O GOT7 está programado para completar sua turnê mundial EYES ON YOU em Hong Kong em 24 de agosto.

 

 

Fonte: Mwave
Tradução: Brenna C.

Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

Assista: GOT7 conversa sobre suas vidas cotidianas e zoam uns aos outros em entrevista hilariante.

a1bfb222b3fc4fbdb95735085b7f8d7b

Após um pequeno vídeo na semana passada, a entrevista completa do GOT7 com o People TV foi revelada!

Em 17 de julho (horário local), o veículo de mídia compartilhou a entrevista completa feita em Nova York.

Quando perguntaram pela primeira vez como os membros descreveriam o grupo em uma palavra, eles disseram palavras como “global”, “frio” e “divertido”, antes de Yugyeom comentar com uma risada, “pacificador”. BamBam acrescentou: “Nós trazemos paz para o Kpop.” Jackson também mencionou “selvagem”, com BamBam trazendo o apelido de“ Selvage7 ”.

Como um dos rituais que fazem antes de tocar, o Got7 falou sobre o seu grito “G-O-T-7-jjai!” Com as mãos no meio. BamBam explicou: “Nós deixamos passar nossa energia nas nossas mãos. Ela vai passar de um para o outro, nós damos um ao outro energia.” Eles fazem isso antes de cada performance e até mesmo fizeram isso antes desta entrevista.

Quando BamBam, Youngjae e Jackson se mudaram do dormitório do grupo, perguntaram aos membros se algum dia iriam sentir saudades um do outro. BamBam perguntou aos membros: “Você sentirão falta de nós?”, Ao que Yugyeom, brincando, respondeu: “Não.” Mark acrescentou: “Nós vemos vocês todos os dias!”

BamBam continuou: “Mesmo [embora] que não vivamos mais juntos, nos vemos todos os dias. Na verdade, nós também não temos tempo para ficar em casa.” Jackson também disse:“ Nós nunca estamos em casa.”

O MC mencionou Coreia, Hong Kong, Arábia Saudita, Tailândia e Los Angeles como lugares que os membros já viveram antes. Eles primeiro pareciam confusos com a forma como a Arábia Saudita foi mencionada, mas depois Yugyeom revelou silenciosamente a Mark que sua mãe o havia concebido lá.

Com algumas confusões na tradução, alguns dos membros foram levados a pensar que Yugyeom nasceu na Arábia Saudita. Embora não tenha sido traduzido para o MC, ele esclareceu aos membros que ele nasceu em Seul.

Sobre a coisa mais louca ou legal que um fã fez para chamar sua atenção, Jinyoung revelou que um fã dançou twerk na frente do ônibus em seu caminho para a entrevista. O MC, então, perguntou se eles podiam dançar, e Jackson respondeu: “Nós podemos todos dançar twerk. Nós somos o Twerk7.

Mark disse: “BamBam gosta de dançar twerk”, BamBam retrucou dizendo: “Eu não! Eu não tenho uma bunda. Eu não posso dançar twerk.”

Depois de falar sobre como eles usam as mídias sociais para se conectar com os fãs, os membros também compartilharam o que não revelariam nas mídias sociais. JB não mostraria seu quarto, porquanto pensava nele como seu espaço privado.

As respostas a seguir se transformaram em uma sessão de zoeira hilária. Yugyeom disse que não mostraria seus “verdadeiros amigos”, referindo-se a seus amigos que não são celebridades. BamBam brincou: “Você tem amigos? Parabéns!” Quando Mark respondeu que não mostraria fotos feias, Yugyeom comentou: “Mas você tem tantas!”

O GOT7 falou sobre as contas do Instagram que eles gostam de ver. BamBam gosta de contas sobre comida, enquanto JB gosta de contas sobre gatos e Youngjae gosta de contas sobre cachorros. Mark visita as contas que publicam vídeos engraçados.

Os membros também falam sobre o que gostam de fazer no seu tempo livre, quem gasta mais dinheiro com seus animais de estimação e muito mais.

Confira a entrevista completa abaixo!

 

 

 

 

Fonte: Soompi
Tradução: Puppy~

Revisão: E. Caroline
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

GOT7 fala sobre talentos ocultos, prazeres que causam culpa, e mais

427a4f8e8a4b4d80aaa2753d3a8e9c54.jpeg.png

O GOT7 sentou-se para uma entrevista com a People TV, enquanto estava em Nova York para uma parada em sua turnê mundial Eyes on You!

Em 13 de julho (horário local), a People TV exibiu a divertida entrevista com os meninos, intitulada de “Sessão da confissão”. Como o próprio nome indica, o GOT7 compartilhou algumas confissões divertidas!

Os meninos nomearam Jinyoung como o membro com maior probabilidade de ir à academia duas vezes em um dia, enquanto o próprio Jinyoung disse que Jackson é assim também. Quando seus membros o encorajaram a mostrar seu exercício favorito, Jinyoung abaixou e fez algumas flexões.

Bambam confessou que ele se mudou por causa dos seus gatos, explicando que alguns dos membros são alérgicos. “Então eu comprei uma casa por causa dos meus gatos”, disse ele com uma risada.

Quando lhe pediram para mostrar a todos seus talentos ocultos, Bambam lembrou a JB que ele consegue tocar o nariz dele com a língua. Até os membros pareciam surpresos quando ele facilmente conseguiu!

Bambam, em seguida, compartilhou que o talento oculto de Jinyoung é que ele consegue “arrancar” seus olhos. Com os membros insistindo para que ele mostrasse a todos, Jinyoung disse “me desculpe, América” antes de mostrar seu truque. Ele cobriu os olhos com a mão e fez um som de estalo que fez parecer que ele tinha acabado de remover um globo ocular.

Os meninos também foram convidados a compartilhar quais alimentos ou bebidas são “prazeres que causam culpa”. Bambam disse cerveja, Yugyeom disse pizza de pepperoni e JB disse água com gás.

O GOT7 também foi convidado a mostrar seus “movimentos de dança” e se atrapalharam com seus movimentos.

Confira a entrevista abaixo!

O GOT7 se apresentou no Barclays Center, em Nova York, no dia 11 de julho, e fizeram o show seguinte na Cidade do México, em 13 de julho. A turnê mundial inclui paradas em 17 cidades no total.

 

 

Fonte: Soompi
Tradução: Jacke

Revisão: E. Caroline
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

Revista In Shanghai – Junho de 2018

36fecc453db525e7d5f28d92f1375715.jpg

WANG JIA ER – ESSE CARA LEGAL É DO TIPO ENCANTADOR

Edição de junho da revista In Shanghai, lançada em 7 de junho de 2018

Em 2018, como um cowboy sozinho, Wang Jia Er está ocupado, se deslocando entre shows de variedades. De Idol Producer, Hot Blood Dance Crew para a nova 4º temporada de Go Fridge, que acabou de ir ao ar, e a 3º temporada de Let Go Of My Baby, que ele participou recentemente. Como cantor, ele trabalha duro para deixar todo mundo ver mais lados de Wang Jia Er. Rap suave, estiloso na dança de rua, bom apresentador, e ainda tem jeito pra cuidar de crianças. Há um segundo ele está lançando um “ataque sexy” e no segundo seguinte ele se torna um pouco fofo agindo de forma adorável. Este menino de 24 anos parece ter uma energia inesgotável escondida dentro de seu corpo, a qualquer hora e em qualquer lugar, ele é capaz de refrescar sua impressão dele.

DE ATLETA A ÍDOLO, COMEÇANDO TUDO DO  ZERO

Seja ídolo ou atleta, a personalidade de Wang Jia Er determinou que, independentemente do palco em que ele estiver, ele irá brilhar. Sim, antes de ir para o exterior para se tornar um trainee e depois um membro do GOT7, Wang Jia Er costumava ser um jovem atleta da equipe de esgrima de Hong Kong. Ele conquistou o número 1 em todas as competições juvenis, e recebeu uma carta de admissão de uma universidade de prestígio quando tinha 17 anos. Ele já tinha um futuro brilhante à sua frente, sem dúvida, mas nesta encruzilhada da vida, ele escolheu ir ao exterior para ser um trainee. Começando tudo do zero.

Essa não foi uma decisão fácil de tomar. Wang Jia Er nasceu em uma família de atletas; sua mãe é uma ex-ginasta e seu pai é ex-membro e treinador do time de esgrima em Hong Kong, China. Sob a influência de sua família, ele começou a aprender ginástica desde que era jovem e depois mudou para a esgrima. Quando ele levantou a ideia de “esperar para ir ao exterior para se tornar um trainee”, no início seu pai pensou que era uma piada e depois, ele considerou com uma condição: ser campeão da Ásia na esgrima.

2011, Wang Jia Er conquistou o campeão Sabre de 17 anos do Asia Fencing Youth Championship Men. Mas muito rapidamente, este momento de honra tornou-se o passado. Sendo um trainee no exterior, aprendendo idiomas, aprendendo a cantar e dançar, ele percebeu que não sabia de nada. Ele só conseguia reduzir continuamente o tempo de sono e compensar o tempo de prática extra. O espírito atlético e o desejo de ganhar que flui em seu sangue o fez perseverar e não desistir.

SEM MEDO DA DIFICULDADE E SEM MEDO DA DOR, APENAS COM MEDO DO “ATAQUE DA PIMENTA”

Surgindo de um ambiente duro, Wang Jia Er carrega consigo duas auras inteiramente diferentes. Como cantor, ele apresenta uma atitude rígida em relação à música. Não importa quão apertados sejam seus horários de trabalho, ele é capaz de espremer fragmentos de tempo de sua vida para compor músicas. Cada novo trabalho que ele produz é de alta qualidade. Em programas de variedades, no entanto, a imagem de Wang Jia Er se torna intensa e em 3D. Como orientador da equipe do Hot Blood Dance Crew, ele executou a dança de abertura com uma lesão e teve uma ótima performance. O que deixou a impressão mais profunda foi que ele disse na entrevista pós-performance: “As pessoas não compreendem  você, não entendem você. As pessoas só olham para o palco. Espero que eu possa realizar 200-300 por cento. Eu posso me machucar fora do palco, mas devo estar bem quando estiver lá em cima. ”

Mas esse cara legal que está acostumado a esconder toda a sua dor tem uma fraqueza exposta; a única “arma” que pode derrotá-lo neste mundo é chamada de: pimenta. Em Go Fridge, todo mundo sabe que Wang Jia Er tem medo de pimenta. Ele fica todo suado quando come pimenta e mesmo que seja apenas cheirando, ele também  fica de cara fechada. Se dissermos que a pimenta é o “veneno” de Wang Jia Er, o queijo seria a sua “delicadeza”. Uma vez que ele encontra queijo na geladeira dos outros, ele imediatamente revela a expressão de um “pequeno gato guloso”. Se ele come queijo no show, fica feliz como um garoto de 100 quilos.

Apresentando o Go Fridge por 4 temporadas ao lado de He Jiong, Wang Jia Er costumava mostrar seu lado infantil. Essa infantilidade se estende a Let Go Of My Baby, tornando o show ainda melhor. Interagir com crianças pequenas não é difícil para Wang Jia Er. No primeiro episódio, o bebê se confessou a ele e deu-lhe pequenos corações. Sua alegria e diversão conquistam literalmente os corações dos velhos e dos jovens.

Q&A

‘Escrever uma história de 300 palavras e depois a incrementar em uma letra de música.’

Q: A nova música, Dawn Of Us, você acabou de filmar o MV, por que você escolheu filmar na Tailândia?

J: Quando eu estava fazendo essa música, pensei no sol quente, no mar, na praia e no suco de melancia! Um ambiente muito descontraído… Então pensei na Tailândia. Fui para a Tailândia antes e deixou uma impressão muito boa em mim.

Q: O MV transmitiu uma atmosfera particularmente relaxada e ensolarada para todos, é muito bonito. A filmagem do barco e tudo mais foi tranquilo?

J: Quando você está fazendo algo que gosta, não acha que é um trabalho difícil. Usamos nossa própria equipe durante as filmagens, então o diretor e eu curtimos muito o processo inteiro. Quando o humor é bom, a condição também é boa e a coisa que é filmada também sai um ótimo trabalho.

Q: Você recentemente lançou uma nova música  chamada Fendiman. Já que você está trabalhando com uma marca em uma música publicitária, você teve total liberdade para a composição da música?

J: Sim, bastante. A princípio, levantei a proposta de fazer essa música junto com a marca porque eu tinha uma ideia. Eu escrevi uma letra chamada Fendiman, não separadamente como Fendi Man, mas Fendiman. Através dessa palavra chave eu queria expressar que “não temos que nos comparar a ninguém, temos nossa própria cor”. Sob esse conceito, essa música foi composta muito livremente. A primeira linha da minha letra foi “We made it Great Wall 2007”, que é (porque) nós tivemos um show muito incrível (da Fendi) na Great Wall em 2007. Eu acho que isso foi algo deixou o povo chinês muito orgulhoso, então coloquei como a primeira linha.

Q: Eu acho que as letras em inglês que você escreve são todas muito boas. As habilidades de escrever letras, você confia completamente no talento? Ou você dedica tempo para treinar seu próprio talento de escrever?

J: Na verdade, apenas deixo a natureza seguir seu rumo, eu acho. Eu penso em muitas histórias e escrevo todas elas. Depois disso, aprimoro a essência de todas as histórias em uma frase. Por exemplo, eu escrevo uma história com cerca de 300 palavras, e então reduzo o essencial em uma frase. Esta é uma maneira de fazer isso. Outra maneira seria ouvir atentamente as letras de outros músicos. Como eles contam a história, como eles expressam as emoções. Eu também aprendo com eles e uso como referência.

ABRINDO A GELADEiRA DOS OUTROS, (VOCÊ) CONSEGUE VER UMA ATITUDE DE VIDA DIFERENTE

 

Q: Como orientador da equipe do Hot Blood Dance Crew, você fez uma performance muito estável. Se houvesse uma situação em que suas opiniões não coincidissem com as dos concorrentes, como você os convenceria?

J: Eu diria a eles como me sinto honestamente, porque sei que o ponto de partida de todos é para o bem dessa performance. Não há necessidade de qualquer linguagem rebuscada para explicar. Apenas diga o que você tem em mente e todos expressam sua opinião. A opinião consequente do choque de pensamentos será a melhor (solução).

Q:  Você interage com os participantes de forma privada. Sobre o que vocês falam? É também relacionado à dança de rua?

J: Claro, assim como também falamos de outros problemas. Somos todos amigos, também falamos de assuntos particulares e coisas diárias. Quanto aos problemas, isso é nossa privacidade.

Q: Você participou de Go Fridge até a 4º temporada. Nesse show de variedade que é relacionado à comida, houve alguma comida gostosa que foi apresentada a você e que se tornou algo que você vá comer?

J: Acima de tudo, aprendi muitos fundamentos/princípios. Muitas pessoas quando vêem o nome Go Fridge, pensam que é sobre cozinhar, olhar para a geladeira e tudo mais. Mas na verdade esse show entende a personalidade dos convidados; você pode ver alguns hábitos desconhecidos da pessoa através de sua geladeira. Então acho que também está entendendo suas diferentes atitudes de vida através da geladeira e aprendendo muitos princípios de vida diferentes. E com relação a cozinhar, vejo muitos chefs hyungs e noonas cozinhando. Então descubro “oh, então é assim que se faz”. Parece diferente de quando você está apenas comendo enquanto está sentado no restaurante, e isso me deixou muito surpreso. Quanto a comer, fora comida picante, eu gosto de comer tudo.

Q: Você morou em Hong Kong e Xangai quando era mais novo. Que tipo de memória em sabor essas duas cidades deixaram em você?

J: Primeiro, Hong Kong era mais de dim sum**, cafeteria, lojas de beira de estrada ao ar livre; A comida de Xangai era um pouco mais doce. A principal coisa é que a comida em Xangai e Hong Kong não são tão apimentadas, então acho que uma das razões pelas quais eu não como comida picante também é provavelmente porque cresci nessas duas cidades.

Nota: Dim sum é um estilo de culinária chinesa preparada como pequenas porções de comida servidas em pequenas cestas de vapor ou em pequenos pratos

Q: Você está participando da 3º temporada de  Let Go Of My Baby desta
vez. No que diz respeito a cuidar de crianças, você tem algum truque único para chamar a atenção dos bebês rapidamente?

J: Por favor, assista o show! Se você assistir, saberá que eu não…

Q: Que tipo de criança você está mais ansioso para encontrar? O tipo obediente e sensível? Ou o animado e ativo?

J: Não importa. Porque não existe um padrão que seja “você não é obediente, então eu não gosto de você”. Eu gosto de todos eles.

PARA PROTEGER QUEM ELE AMA, ELE ESTÁ SE ESFORÇANDO AINDA MAIS

Q: Nos últimos anos, você tem tido muita carga de trabalho. Essa situação também causa um cansaço muito grande para o corpo. Tem alguém ao seu redor que aconselha você a desacelerar um pouco?

J: Sim. E essas pessoas são na verdade todo mundo. Incluindo os dois empresários de boa aparência da minha equipe, parceiros de trabalho, os fãs que eu amo, membros da família que me amam, médicos… Todos eles me dizem para “desacelerar um pouco”.

Q: Desde quando você era muito pequeno, sua experiência tem sido diferente das crianças comuns. Primeiro você se tornou um atleta e depois foi para o exterior para se tornar um trainee. Para estar nessas indústrias, você precisa de muita determinação e autocontrole. Esse tipo de determinação e autocontrole é algo que você tem naturalmente em sua personalidade? Ou é algo que é cultivado através do amadurecimento contínuo?

J: Eu acho que é algo natural. Minha personalidade era assim desde o começo. Se eu quiser algo, trabalho duro para conseguir. Isso é chamado de “obrigação”?

Q: Você está consciente da opinião dos outros (pessoas ao seu redor e ao público)? Você insiste continuamente por causa das expectativas das pessoas?

J: Na verdade, não me importo com o que os outros dizem de mim. Mas quando alguns amigos que são muito próximos e fiéis a mim me dizem coisas, reflito sobre mim mesmo. Porque não espero que as pessoas que me amam, meus fãs, meus Jackys, sejam menosprezados por outros, ou sejam intimidados por outros. Meu coração doeria muito, e esse tipo de mágoa me faria trabalhar ainda mais.

 

 

 

Fonte: 스니’s Ying ☀️ ‏
Tradução: Jacke

Revisão: Júlia M.
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

Got7 compartilha ideias sobre ser o primeiro grupo de K-Pop a realizar um show solo no Barclays Center com a Billboard

Em 10 de julho, o GOT7 visitou o estúdio da Billboard em Nova York para uma entrevista sobre sua turnê mundial de 2018, Eyes On You!

Os membros discutiram o que eles fizeram durante a etapa norte-americana de sua turnê mundial, a empolgação de fazer hi-touches com os fãs, seus shows mais memoráveis e muito mais. Mais adiante na entrevista, o tema para o GOT7 foi sobre ser o primeiro grupo de K-Pop a realizar um concerto solo no Barclays Center. Os garotos se apresentarão no Barclays Center no dia 11 de julho às 8 da noite, cumprimentando os fãs em uma enorme arena que abriga o time de basquete Brooklyn Nets, a equipe de hóquei no gelo New York Islanders e muito mais.

BamBam compartilhou: “É uma honra, e então nos sentimos como artistas de K-Pop, eu sinto que outros grupos podem sentir a mesma energia que nós… K-Pop não é apenas GOT7. Somos todos uma família. Nós, outros grupos, até mesmo os de empresas diferentes. Estamos começando agora e, mais tarde, podemos fazer o K-Pop maior, e então outros grupos podem vir e se apresentar aqui também… “

De acordo com Jackson, o GOT7 está se preparando para o próximo álbum também. O ídolo disse que ele não tem permissão para dar detalhes específicos, mas que “Quando lançarmos, será como um BAAM! Sem spoilers, nem teasers, nada, uma surpresa”.

Você pode conferir a entrevista completa acima! Quem vai ver o Got7 durante a turnê mundial?

 

 

Fonte: AllKpop
Tradução: Puppy~

Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

GOT7 reflete sobre a turnê mundial de 2018, hábitos de viagem e por que a indústria de K-Pop é ‘toda uma família’: Assista

O GOT7 tem viajado pelos Estados Unidos, apresentando-se em arenas na sua turnê mundial Eyes on You em 2018 e antes da data final nos EUA, no Barclays Center do Brooklyn,  – onde será o primeiro grupo de K-pop a se apresentar na enorme arena – os meninos pararam nos escritórios da Billboard em Nova York para aproveitar o momento.

O grupo multinacional falou em inglês e coreano sobre as experiências deles na turnê até agora, incluindo um show memorável no The Forum na cidade natal do membro Mark de Los Angeles (“Nós sabíamos que queríamos nos apresentar em arenas, só não sabíamos quanto tempo levaria”, diz o nativo do sul da Califórnia), como é encontrar os fãs pessoalmente antes de cada show (com o grupo explicando a cultura do hi-touch), assim como seus hábitos em turnê (incluindo quais membros estão cantando Bruno Mars, Bazzi e música inédita do GOT7 nos chuveiros do hotel).

Em um momento comovente, o membro Bambam tirou um tempo para compartilhar como eles veem conquistas como essas não apenas importantes para ele e seus membros de grupo, mas também para estabelecer as bases para o futuro da música coreana. “Em alguns lugares, somos o primeiro grupo de K-pop que pode se apresentar [nessas arenas] e esgotar ingressos”, explica ele. “É uma honra e, como um artista de K-pop, sinto que outros grupos podem obter alguma energia de nós também. K-pop não é apenas o GOT7; somos todos uma família. GOT7, outros grupos, empresas diferentes –  vamos começar agora e depois vamos fazer o K-pop ainda maior para que outros grupos possam se apresentar aqui também.”

O líder do GOT7, JB, acrescentou à opinião, dizendo que eles se sentem “abençoados” por poderem compartilhar a cultura do K-pop.

Assista à entrevista completa acima para mais histórias da turnê, reflexões da carreira e o significado por trás de seu mais recente álbum de sucesso, Eyes on You.

 

 

 

Fonte: Billboard
Tradução: Jacke

Revisão: L.M.S
Não reproduzir sem os devidos créditos!

Entrevistas

Conheça Jackson Wang do GOT7 – O cantor chinês de K-pop que liderou o iTunes Pop Chart dos EUA

A estrela de hip-hop fala sobre sua música FendiMan, no topo das paradas, moda, estilo e millennials.

7a42d092-625c-11e8-82ea-2acc56ad2bf7_1280x720_162313

Jackson Wang é um homem do mundo. O cantor e compositor de 24 anos nasceu em Hong Kong, aprimorou suas habilidades na Coreia do Sul e agora está na China.

Wang, como integrante do boy group de K-pop GOT7, está entre os muitos jovens artistas chineses escolhidos por empresas de entretenimento sul-coreanas, que esperam se expandir pelo mercado chinês. A estrela é fluente em inglês, cantonês, mandarim, xangainês (dialeto de Xangai), japonês e coreano.

Antes de fazer parte desse mundo artístico, Wang era um ambicioso atleta e esgrimista de sabre (um tipo de modalidade na esgrima) pela equipe de esgrima de Hong Kong. Depois de passar por uma audição organizada pela JYP Entertainment em 2011, ele se mudou para Seul para seguir uma carreira no K-pop.

a15b898a-625c-11e8-82ea-2acc56ad2bf7_972x_162313

Wang foi convidado pela marca de moda luxuosa italiana Fendi para criar uma música que repercutiria nos seguidores do milênio e daria à marca uma vibe de juventude. A música, que se chama FendiMan, foi lançada na sexta-feira passada em Xangai, na FF Reloaded Party, e rapidamente se tornou a número 1 no iTunes Pop Chart, dos EUA.

O evento, que aconteceu no clube underground Arkham – localizado a 10 metros abaixo do Sunken Plaza – atraiu os jovens estilosos de Xangai. Artistas locais de hip-hop e DJs como DJ Wordy, Miss Vava e Higher Brothers se apresentaram no palco. A festa também contou com as participações de Silvia Venturini Fendi, diretora de criação da marca para coleções masculinas, acessórios e para crianças, e do recém-nomeado CEO e presidente da Fendi, Serge Brunschwig.

b2466e40-625c-11e8-82ea-2acc56ad2bf7_972x_162313

A festa foi realizada para conectar a coleção FF Reloaded da Fendi, que apresenta roupas e acessórios cobertos com o famoso logotipo FF da marca. O logotipo foi projetado pela primeira vez por Karl Lagerfeld em 1965, e evoluiu ao longo dos anos. A Fendi colaborou com a plataforma Toplife da JD.com, para vender a coleção. Ela também foi vendida por meio da plataforma WeChat da marca. Perguntamos à estrela sobre música e estilo de vida.

Qual é a definição de FendiMan e como você compôs a música?

J: FendiMan é uma palavra que criei. Representa um espírito corajoso que respeita as diferenças. Os millennials têm a mesma visão de que, cada um de nós é um indivíduo único e insubstituível, o que também reflete no espírito da marca. Acredito que a história de vida e o histórico de uma pessoa não determinam se ela pode ser bem-sucedida, e sim, se a pessoa tem persistência e determinação. Eu criei FendiMan com isso em mente.

Nota: O termo millennials se refere à geração Y (também chamada “geração do milênio” e/ou “geração da internet”), e é também uma plataforma da Fendi.

Você nasceu e cresceu em Hong Kong. Como isso moldou a maneira como você se aproximou da música? Você é influenciado por celebridades locais e fashionistas?

J: Artistas de todo o mundo tiveram muita influência positiva em mim. Os trabalhos deles sempre me inspiram.

Você é fluente em vários idiomas e também canta em inglês. Como essa experiência multilíngue e internacional ajudou sua carreira como cantor pop a deixar sua marca no cenário internacional?

J: Minha origem e habilidades [juntas] me ajudam a entender as culturas de diferentes países. Isso me permite entender melhor a música em diferentes idiomas e o significado por trás delas. Também amplia minha perspectiva ao criar músicas.

Por que você seguiu uma carreira na música, e em especial, no hip hop?

J: Eu escuto diferentes tipos de música desde novo. Entre todos os gêneros musicais, acho que o hip hop é a forma de música mais estrondosa, que consegue estimular minha inspiração criativa. Eu lembro que a primeira música que criei quando era jovem foi uma música estilo rap. Embora muitas pessoas e fãs possam ter me conhecido em shows de variedades, eu gostaria de enfatizar que a música é o meu sonho e eu tenho insistido em criar minha própria música. Acredito que minha persistência em [realizar] meu sonho é um dos espíritos da música hip hop.

A Fendi tem tudo a ver com moda de luxo de alta qualidade, enquanto o K-pop adota a moda descolada. Como você concilia as diferenças? Como você descreveria seu estilo pessoal?

J: Moda e música fazem parte da cultura. Hoje em dia, marcas de luxo e música influenciam nossos estilos de vida. Hip hop e K-pop estão se tornando populares, então a integração entre moda e música é natural e lógica. Eu gosto de usar roupas simples e confortáveis, sem muitas coisas extravagantes. Eu gosto de acessórios e até projetei alguns. Gosto de misturar e combinar e gosto de usar preto. Meu estilo é usar algo simples e de boa qualidade. É importante descobrir o que melhor combina com você, ao invés de usar tudo que está na moda.

 

 

Fonte: SCMP
Tradução: Jacke

Revisão: E. Caroline
Não reproduzir sem os devidos créditos!